Aguarde...

cotidiano

Suspeito de assalto morre após trocar tiros com a Polícia Militar

O homem e outros dois comparsas teriam roubado um bar e feito a família refém, na cidade de Gavião Peixoto

| ACidadeON/Araraquara

Suspeito de assalto morre após trocar tiros com a Polícia Militar
Um homem de 35 anos, suspeito de assaltar um estabelecimento e fazer uma família refém, morreu após uma troca de tiros com a Polícia Militar, na madrugada desta segunda-feira (11), na Rodovia Washington Luís  

De acordo com as primeiras informações passada pela Polícia, o homem e outros dois comparsas de 29 e 41 anos teriam assaltado um bar, no Jardim São Lourenço, em Gavião Peixoto.  

Os bandidos, armados com arma de fogo, teriam rendido, amarrado e agredido o dono do local enquanto ele fazia a limpeza do bar, que fica em frente a casa sua casa.  

Os três seguiram até a casa do homem, onde teriam rendido a namorada da vítima e seus dois enteados de 4 e 6 anos. O trio passou a ameaçar os três de morte, caso o homem não passasse o dinheiro.  

O proprietário negou que tivesse um alto valor de dinheiro em casa, mas acabou levando chutes e coronhadas.  

Após vasculharem todo o local, os assaltantes fugiram em um Honda/Civic, levando cerca de R$ 15 mil.  

Testemunhas ligaram para a Polícia Militar e informaram que teriam visto o veículo indo sentido Dr. Nelson Barbieri.  

Uma viatura da PM de Araraquara, que realizava patrulhamento próximo a rodovia, encontrou o veículo. O trio teria tentado fugir dos policiais, dando início a uma intensa troca de tiros, que teve fim na Rodovia Washington Luís, próximo ao pontilhão que dá acesso a fábrica Lupo.   

O homem de 35 anos foi baleado e morreu ainda no local, os outros dois suspeitos sofreram ferimentos leves e um deles precisou ser encaminhado a Santa Casa de Araraquara.
Policiais realizaram buscas no veículo e acabaram encontrando o dinheiro e duas armas - sendo um simulacro e um revólver calibre 32.  
 
A vítima do assalto precisou ser levada pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Central de Araraquara. 

O caso está sendo registrado no Plantão Policial de Araraquara. 


Mais notícias



Mais notícias do ACidade ON