Aguarde...

cotidiano

Morte de mulher pode ter sido latrocínio, diz polícia

O delegado de Américo Brasiliense, Jesus Nazaré Romão, diz que a vítima teve pertences levados e por isso, seria roubo seguido de morte

| ACidadeON/Araraquara

Romilda foi encontrada morta em Américo Brasiliense e a polícia trabalha com a hipótese de latrocínio (Foto: Paula Santos)
 
A Polícia Civil de Américo Brasiliense trabalha com a hipótese de latrocínio, que é roubo seguido de morte, no caso da morte de Romilda Beltrão dos Reis, de 38 anos. Ela foi encontrada morta na manhã da última sexta-feira (5) em uma estrada de terra no bairro Santa Teresinha, em Américo. Até o momento ninguém foi preso. 

O delegado que investiga o caso, Jesus Nazaré Romão, disse em entrevista para a EPTV que já tem pistas de quem cometeu o crime. A polícia passou as últimas horas ouvindo parentes e amigos da vítima e o caso está avançado.

"Ela estava sem a bolsa e descalça por isso trabalhamos com a hipótese de latrocínio", diz o delegado.

"Temos algumas pistas, investigações bastante adiantadas. Nós temos autoria, motivação não está bem clara, se é para levar a gente para algum outro rumo de investigação ou para calar uma testemunha", reforça Romão.

ENTENDA 
Romilda foi encontrada morta na manhã de sexta em uma estrada de terra. Seu corpo tinha sinais de violência. Ela também estava sem as bolsas e os sapatos. Usava uniforme da Lupo e tinha saído de sua casa para trabalhar. 

Próximos da vítima a polícia encontrou tijolos e pedaços de piso que podem ter sido usados para matá-la. 

Em nota, a Secretaria de Segurança Pública diz que o caso é investigado por meio de inquérito policial instaurado pela Delegacia de Américo Brasiliense. "Diligências estão em andamento visando à localização de elementos que auxiliem na identificação e prisão do autor do crime".
 


Mais notícias



Mais notícias do ACidade ON