Aguarde...

cotidiano

Golpista finge ser funcionário da vigilância sanitária para clonar Whatsapp

Homem caiu no golpe em Araraquara; golpista usou whatsapp da vítima para pedir transferências aos contatos dele e duas pessoas tiveram prejuízo financeiro

| ACidadeON/Araraquara

Com código de acesso enviado ao golpista, foi possível clonar o Whatsapp (Foto: REUTERS/DadoRuvic)
Um homem de 53 anos foi vítima de um novo golpe em Araraquara nesta quarta-feira (21). De acordo com o boletim de ocorrência, ele possui um estabelecimento comercial em Araraquara. Nesta quarta-feira, recebeu uma ligação de um homem que dizia ser funcionário da vigilância sanitária.

Esse falso funcionário fez algumas perguntas sobre o cumprimento das medidas sanitárias no estabelecimento, pediu o número do celular dele e depois um código de acesso que lhe foi enviado.

Assim que o homem passou o código que recebeu no celular, perdeu acesso ao aplicativo do whatsapp. Ou seja, o golpista clonou o whatsapp da vítima.

Fingindo se passar pela vítima, o golpista entrou em contato com algumas pessoas próximas pelo aplicativo e pediu que fizessem transferências bancárias. Duas pessoas caíram no golpe e tiveram prejuízo financeiro.

Foi registrado um boletim de ocorrência de falsa identidade e a vítima não teve nenhum prejuízo. As duas pessoas que fizeram as transferências foram orientadas a registrar boletins de ocorrência também.

Procurada pela reportagem do ACidadeON, a Secretaria Municipal de Saúde esclareceu que os profissionais da Vigilância entram em contato com as pessoas em quarentena por ligação telefônica ou por mensagem de whatsapp caso não consigam o contato telefônico mas em momento algum é enviado código para finalização do atendimento. "Qualquer solicitação feita, neste sentido, deve ser imediatamente ignorada, porque não faz parte do procedimento dos profissionais da Saúde", diz a nota.


Mais notícias



Mais notícias do ACidade ON