Publicidade

cotidiano

Após agredir companheira grávida, mulher tenta invadir UPA

Mesmo contida pela Guarda Civil Municipal (GCM), ela tentou invadir salas da UPA Central de Araraquara atrás de companheira grávida

| ACidadeON/Araraquara -

 

UPA Central de Araraquara (Foto: Amanda Rocha)
UPA Central de Araraquara (Foto Arquivo: Amanda Rocha)

Uma mulher de 30 anos tentou invadir salas da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Central de Araraquara, e "causou" na madrugada deste sábado (20) em Araraquara, atrás de sua companheira grávida que se negava a recebê-la.  

Segundo consta o boletim de ocorrência, uma mulher de 30 anos agrediu com chutes na barriga a companheira grávida de três meses, que passava por atendimento no local e seria transferida para a Gota de Leite para exames específicos.  

Devido a agressão, a mulher grávida se negava a receber a companheira, e a Guarda Civil Municipal foi solicitada pelas enfermeiras para conter a agressora.  

Ainda de acordo com o B.O , a agressora tentou bater em um GCM de 53 anos que tentava contê-la pelo braço. A mulher foi conduzida até o Plantão Policial. 


Mais notícias


Publicidade