Publicidade

cotidiano

Acusado de matar vigilante é condenado a 22 anos de prisão

Acusado e vítima teriam brigado no trânsito

| ACidadeON/Araraquara -

Briga de trânsito termina em morte (Foto: Milton Filho)
O responsável por matar com golpes de facão o vigilante Daniel Elias Grecco foi condenado a 22 anos de prisão, em regime fechado. 

O julgamento de Antônio Welton Alves Vieira, 35 anos, foi realizado na última terça-feira (18), no Fórum de Araraquara, e durou pouco mais de seis horas.  

O CASO
O caso aconteceu em maio do ano passado. Na ocasião, o réu teria agredido o vigilante após uma briga de trânsito, registrada no Centro da cidade.  

A vítima chegou a ser socorrida e encaminhada para a Santa Casa, mas não resistiu aos ferimentos e morreu. 
 
ENTENDA O CASO
Uma briga de trânsito, na Avenida Prudente de Moraes, terminou em morte no dia 12 de maio de 2021.

O acusado do crime foi detido pela Polícia Militar, em uma caminhonete, na Avenida Maurício Galli, zona norte. Ele foi levado para a delegacia onde prestou depoimento. Sua esposa, que estava no veículo no momento do crime, também contou para a polícia o que aconteceu.

À Polícia Civil, o acusado afirma que "agrediu fisicamente a vítima porque ele e sua esposa foram ofendidos verbalmente, após discussão de trânsito".

O acusado, que é morador de São Carlos, conta que parou no cruzamento da Prudente de Moraes para pedir informações. Nisso, o vigilante parou atrás e começou a buzinar e xingar. Foi então que o homem foi tentar estacionar a caminhonete e a vítima foi atrás.

Já com ambos fora dos veículos, a briga continuou e o acusado desferiu golpes de facão no vigilante.

A mulher disse que não viu o momento em que o marido desferiu os golpes de facão, porque já tinha descido do veículo, mas chegou a ver algo parecido com uma arma na mão do vigilante.

A vítima era moradora do Jardim Tamoio, em Araraquara, e estava em um veículo Santana.

O acusado foi preso em flagrante e encaminhado para a cadeia. O caso foi registrado como homicídio qualificado.



Mais notícias


Publicidade