Publicidade

cotidiano

PMs presos após viatura cair em rio retornam ao trabalho

Eles haviam sido detidos por abandono de posto, lesão corporal e descumprimento de missão

| ACidadeON/Araraquara -

Viatura da Polícia Militar (PM) caiu em rio, entre Motuca e Rincão (Foto: Colaboração)
 

 

Policiais Militares que estavam em uma viatura que caiu em um rio no início deste mês, em uma estrada vicinal entre Rincão e Motuca, foram soltos e voltaram ao trabalho. 


A dupla havia sido presa por abandono de posto, lesão corporal e descumprimento de missão. Porém, o motivo das prisões não foi explicado pela secretaria de Segurança Pública (SSP). 


Segundo a SSP, os policiais - identidades não divulgadas -, foram colocados em liberdade, por alvará de soltura concedido em audiência de custódia, três dias após a prisão. 


Os policiais foram reapresentados no 13º Batalhão de Polícia Militar do Interior (BPMI), onde devem realizar serviços administrativos até a conclusão do processo exoneratório. 


Questionada sobre os motivos das autuações dos policiais, a SSP não respondeu até a última atualização da reportagem. 


VERSÃO INICIAL
A primeira versão apresentada pelos militares foi de que a queda no rio ocorreu após tentativa de desviar de uma colisão contra outro veículo na vicinal Francisco Malzoni. A versão foi desmentida, porém, não foram informados detalhes. 


A viatura caiu em uma ribanceira e, na sequência, no rio. Os dois policiais sofreram ferimentos leves e encaminhados ao pronto-socorro de Rincão sendo presos assim que liberados do atendimento médico.

Mais notícias


Publicidade