Publicidade

cotidiano

Empresa acumula R$365 mil de prejuízo com furtos em ônibus

Até o momento, a Viação Paraty precisou substituir 37 painéis, 39 tacógrafos e 33 baterias; SSP afirma que casos estão em investigação

| ACidadeON/Araraquara -

Câmeras de segurança da empresa registraram ação criminosa (Foto: Reprodução/ Câmeras de Segurança)
 

Em praticamente dez meses, uma empresa de ônibus de Araraquara registrou 14 Boletins de Ocorrência por furtos praticados em sua frota. O prejuízo com a reposição dos itens levados ultrapassa os R$365 mil. 

Segundo a Viação Paraty, os crimes começaram no segundo semestre de 2021. Até o momento, foi necessário substituir 37 painéis, 39 tacógrafos e 33 baterias. 

"Nesses furtos, eles têm como alvo o painel do veículo, o módulo de controle eletrônico e o tacógrafo", afirmou o gerente operacional Hilton Donizete Pinheiro. 

A empresa atua no transporte escolar em várias cidades, mas também faz parte do Consórcio Araraquara de Transportes, que é o responsável pelo transporte coletivo em Araraquara. 

Segundo a advogada Flávia Dantas, os furtos "começaram nas ruas. Depois, nós começamos a recolher os ônibus e eles [ladrões] vieram para o pátio da empresa". 

As ações ocorrem sempre à noite. Câmeras de segurança flagraram diversas movimentações dos criminosos no pátio da empresa e nas ruas. Em um dos casos, dois homens chegam de carro, um deles entra no ônibus e fica um bom tempo tentando retirar partes do painel.  

Gerente operacional Hilton Donizete Pinheiro comenta onda de furtos na empresa (Foto: Reprodução/ EPTV)

PREJUÍZO À POPULAÇÃO 

O gerente operacional afirmou ainda que os veículos furtados ficam parados por vários dias até a reposição das peças, o que pode reduzir a quantidade de ônibus nas ruas, afetando diretamente a população.  

"Às vezes nem o número de veículos da frota reserva é suficiente para atender, e o serviço pode ser prejudicado em alguns momentos", finalizou. 

FALA, SSP 

A Secretaria de Segurança Pública informou que os casos estão sendo investigados pela Delegacia de Investigações Gerais de Araraquara e que policiais estão fazendo diligências para identificar os autores dos crimes.

Mais notícias


Publicidade