Aguarde...

ACidadeON Araraquara

Araraquara
mín. 20ºC máx. 36ºC

cotidiano

Primeiro caça Gripen produzido pela Embraer de Gavião Peixoto será entregue em 2024

Aeronaves serão produzidas em parceria com empresa sueca. FAB encomendou 36 caças

| ACidadeON/Araraquara

Gripen decola em teste na fábrica da Saab em Linkoping, na Suécia (Foto: Saab/Divulgação)
 

A Embraer confirmou, nesta quinta-feira (4), que a entrega do primeiro caça Gripen feito no Brasil será em 2024. A produção será na unidade de Gavião Peixoto em parceria com a empresa sueca Saab. A informação é do G1 São Carlos e Araraquara. 

Projeto e fabricação
O projeto da aeronave já está sendo desenvolvido e até 2021 a Força Aérea Brasileira (FAB) receberá o primeiro dos 36 caças encomendados por US$ 5,4 bilhões.

O trabalho geral de produção dos caças no Brasil será coordenado pela Embraer e a montagem dos aviões realizada na fábrica de Gavião Peixoto. 

O caça é desenvolvido na Suécia desde os anos 1980. A FAB solicitou um display panorâmico, que não existe em nenhuma versão, o que deixou o valor da compra US$ 900 milhões maior.  

O caça Gripen será produzido no Brasil pela Embraer. (Foto: Tahiane Stochero/G1)


A Saab comprou 15% da empresa de engenharia Akaer, que receberá parte da transferência da tecnologia exigida pela FAB e investiu outros US$ 150 milhões em uma fábrica em parceria com o Grupo Inbra, em São Bernardo do Campo, onde serão produzidas pequenas peças metálicas e aeroestruturas.

KC-390
Além disso, a Embraer também vai entregar, neste ano, o primeiro cargueiro KC-390 para a FAB. A aeronave de transporte militar é a maior já fabricada no país. Os outros 27 do mesmo modelo serão entregues até 2021.

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Facebook

Mais do ACidade ON