Aguarde...

ACidadeON Araraquara

Araraquara
mín. 20ºC máx. 36ºC

cotidiano

Prefeitura faz nova proposta e servidores decidem encerrar greve em Boa Esperança

Trabalhadores retornam às atividades nesta quarta-feira (29) depois de acordo com o Poder Público

| ACidadeON/Araraquara

Greve em Boa Esperança do Sul terminou nesta terça-feira (28) (Foto: Redes Sociais)

Funcionários públicos da Prefeitura de Boa Esperança do Sul retornam às atividades nesta quarta-feira (29), após acordo firmado em reunião realizada na tarde desta terça-feira (28) com o prefeito Fábio Luís de Souza e representantes do Sindicato dos Servidores Municipais de Araraquara e Região (SISMAR).

O diretor do Sindicato, Marcelo Roldan fala sobre a decisão. "Teve vitória dos trabalhadores em greve, então a Prefeitura concedeu 2,5% para aplicar agora em junho, vai abonar os dias dos grevistas, ninguém terá nenhum desconto ou prejuízo para ter que repor hora e vai dar 3% em dezembro já aprovado em Lei pela Câmara para configurar o aumento do ano todo. Além disso, vai começar também algumas tratativas para acordos coletivos, reforma administrativa e outras coisas mais", explica.

Antes da reunião que decidiu o fim da paralisação, o Prefeito divulgou uma nota dizendo que já tinha dado um aumento no valor do vale alimentação de R$ 375 para R$ 500 e ofereceu revisão de 2,5% nos salários. Ele também afirmou que não poderia oferecer mais que os 2,5% de aumento porque a Prefeitura estaria passando por dificuldades financeiras.

Entretanto, representantes da categoria não chegaram a um acordo, e explicaram que os servidores estavam sem reajuste salarial desde 2015. O diretor do SISMAR disse que se o prefeito tivesse respondido antes aos documentos do Sindicato sobre o aumento, a paralização não teria acontecido.

"Se o prefeito tivesse respondido aos ofícios das assembleias, tivesse sentado para conversar a questão econômica, as perspectivas, os problemas administrativos, não teria chegado a greve. Faltou por parte da administração um pouco de sabedoria política", afirma.

Roldan explica que dos 740 servidores, ao menos 250 aderiram à greve nos três dias. "A força que tiveram os trabalhadores lá da cidade, pois foi muito bacana eles acreditarem que podiam, nós mostramos tecnicamente que existia a situação financeira favorável, manteve a greve onde 1/3 da categoria aderiu e a população passou a apoiar também abertamente nas redes sociais. Acho que vitória da classe trabalhadora", finaliza.


Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Facebook

Mais do ACidade ON