Aguarde...

Vacinas

3 em cada 10 pessoas de Araraquara estão vacinadas com 1ª dose

Dados do Vacinômetro apontam que 72.268 pessoas receberam a primeira dose na cidade

| ACidadeON/Araraquara

Araraquara supera marca de 30% da população com uma dose de vacina contra covid (Foto: Amanda Rocha)
 

A cidade de Araraquara supera, nesta sexta-feira (11), a marca de 30% de sua população com ao menos uma dose recebida de vacina contra covid-19. Os dados são do Vacinômetro, do Governo do Estado. 

De acordo com o sistema, 72.268 pessoas na cidade receberam a primeira dose da vacina, enquanto outras 38.029 que estão imunizadas - ou seja, receberam duas doses necessárias para imunização.

Na comparação com o número de habitantes, estimado pelo IBGE em 228.339, a cidade possui 31,64% de pessoas vacinadas - como se 3 entre 10 pessoas -, e 16,65% imunizadas - sendo vacinada com uma dose e imunizada com duas. 

Ao todo, foram aplicadas 110.297 - soma da primeira e segunda dose -, das 131.436 unidades recebidas para grupos prioritários do Plano Nacional, Estadual e Municipal de Imunização. 

Na avaliação da secretária de Saúde, Eliana Honain, com o novo calendário divulgado pelo Estado, será possível acelerar a distribuição e aplicação de doses contra covid-19. 

"Acredito que com essa nova proposta do governador, de estar abrindo para faixas etárias abaixo de 60 anos, vamos acelerar muito o processo de vacinação e é o que a gente aguarda ansiosamente para que possamos ter um controle maior da transmissão", analisa. 

NOVO LOTE DA PFIZER
A região de Araraquara recebeu novo lote com vacinas para covid-19. Ao todo, segundo o governo paulista, foram 15 mil doses para os 24 municípios que compõem a regional. 

As doses da Pfizer devem ser utilizadas na vacinação de profissionais da Educação Básica entre 18 e 44 anos, além de grávidas e puérperas sem comorbidade entre 18 e 59 anos. 

As pessoas com deficiência permanente sem BPC entre 18 e 59 anos também serão contempladas pelo lote recebido na tarde da última quinta-feira (10). 

A recomendação da Anvisa é de que as vacinas da farmacêutica sejam refrigeradas de +2 graus a +8 graus por até 31 dias. Antes, o prazo era de apenas cinco dias.


Mais notícias



Mais notícias do ACidade ON