Vacinação

Vacinados com lote suspenso de Coronavac devem comunicar reação

A orientação é da Secretaria Municiapal de Saúde. Quem foi vacinado com o lote lote J202106025 deve comunicar caso tenha reação adversa

| ACidadeON/Araraquara -

Segundo João Doria, não foram detectados quaisquer sintomas adversos (Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil)


A Secretaria Municipal de Saúde está orientando as pessoas que foram vacinadas com doses de Coronavac do lote J202106025, entregues pelo Departamento Regional de Saúde em 15 de julho de 2020 e aplicadas até 27 de agosto, a comunicarem a unidade em que foram vacinados se observarem alguma reação adversa da vacina, dentro de 30 dias. 

A orientação é da Secretaria Estadual da Saúde, após a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) suspender, no último sábado (4), a distribuição e aplicação de mais de 12 milhões de doses de Coronavac que passaram por processos de produção em uma fábrica da China que não foi inspecionada pela Anvisa. Elas foram distribuídas em 13 Estados e mais Distrito Federal. 

Em Araraquara, a Secretaria Municipal da Saúde reforça que todas as aplicações de doses são registradas em sistema e monitoradas e que, até o momento, não há registro de ocorrência adversa em pessoas que tenham recebido as doses do lote J202106025. 

A imunização da covid-19 prossegue no município, avançando nesta quinta (9) para os adolescentes de 14 anos ou mais, além da aplicação da terceira dose em idosos de 90 anos ou mais que tenham completado a imunização há 6 meses ou mais. Na sexta-feira (10), começarão a ser imunizados adolescentes de 13 anos. 

Araraquara já aplicou 286.616 doses, sendo 184.331 da primeira dose, 96.222 da segunda dose e 6.063 de dose única.

Mais notícias


Publicidade