ACidadeON Araraquara

Araraquara
mín. 20ºC máx. 36ºC

Economia

Gás de cozinha sobe quase 20% em um ano

O produto tem sido um grande vilão para o bolso dos araraquarenses

| ACidadeON/Araraquara

Gás de cozinha é o vilão do bolso das famílias
 
O gás de cozinha tem se apresentado como um grande vilão para o bolso das famílias araraquarenses. Segundo levantamento feito pelo Núcleo de Economia do Sindicato do Comércio Varejista de Araraquara (Sincomercio) com base em dados da ANP (Agência Nacional de Petróleo), enquanto a cesta básica do município recuou 5% em janeiro deste ano, em comparação com igual período do ano passado, o gás de cozinha apresentou alta de 19,7%. 

Mesmo com esse aumento em relação ao começo do ano passado, atualmente o preço gás está mais barato que no final de 2017. Entre novembro e dezembro de 2017, o gás chegou a custar R$ 70,29, o botijão. Já em janeiro deste ano, o preço médio do gás foi de R$ 64. Os preços apresentados incluem a média praticada por 35 estabelecimentos na cidade.  

A economista Delis Magalhães comenta que as alterações no preço do gás comprometem parte do orçamento das famílias, principalmente as de baixa renda, que ainda se queixam sobre a baixa percepção das diferenças inflacionárias aplicadas ao dia a dia.
 
As alterações são resultado de uma política de ajustes de custos das refinarias, com base nas cotações internacionais do produto que vem oscilando excessivamente desde o último ano. Como alternativa para evitar a disparada dos preços internos, a agência responsável pelo fornecimento no Brasil passou a reajustar a tarifa trimestralmente, a fim de evitar que os valores comprometam ainda mais a renda dos brasileiros.

Veja também