Aguarde...

ACidadeON Araraquara

Araraquara
mín. 20ºC máx. 36ºC

Economia

Procura por repelentes e inseticidas cresce 200% em Araraquara

Epidemia de dengue fez com que a procura por estes produtos estourasse

| ACidadeON/Araraquara

Procura por repelentes cresce em Araraquara (Foto: Reprodução EPTV)
 
Com a epidemia de dengue decretada em Araraquara, os moradores da cidade começaram a procurar alternativas para se proteger do mosquito Aedes aegypti. Em uma loja de cosméticos, a saída de repelentes aumentou em 200% em relação a um mês comum.  

Segundo a gerente do estabelecimento Gisele Peres, está difícil repor os estoques. A loja precisou ampliar o leque de marcas vendidas e buscar novos fornecedores para atender a demanda.  

"A gente tem se deparado com o pessoal em choque, na verdade. A primeira sensação é de susto né, então a gente vê que o pessoal está preocupado, quer prevenir e evitar", diz.  

Sensação de morte
A agente educacional Patrícia Mauro foi uma das vítimas do mosquito Aedes aegypti neste ano. "Eu nunca imaginei que eu fosse pegar, até quando eu estava com todos os sintomas que parecia ser dengue, eu achei que deveria ser uma gripe ou alguma coisa assim. Quando a médica me falou que era dengue eu levei um baita susto", conta.  

Agora, Patrícia decidiu se proteger e, principalmente, evitar que o filho Pietro, de 7 anos, também pegue a doença.  

"Foi terrível, uma sensação de morte mesmo. Agora eu estou tomando todo o cuidado. Acordo, passo o repelente, reaplico. A questão da hidratação também, que é muito importante", diz.  

Procura por inseticidas
Além dos repelentes, a procura por inseticidas também cresceu. Em um supermercado de Araraquara, as vendas de aerossol e aparelhos de pastilhas elétricas aumentou. "Com essa epidemia agora as vendas vêm crescendo, todos estão tentando se proteger", afirma o gerente Antônio Marcos Batistelle.  

O comerciante Silvio Zavatti é um dos consumidores que adicionaram os inseticidas na lista de supermercado.
"Eu estou preocupado né. Estou escolhendo aqui alguma coisa para proteger da dengue. A gente tem que ficar atento a essas coisas e proteger a família", diz.


Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Facebook