Aguarde...

ACidadeON Araraquara

Araraquara
mín. 20ºC máx. 36ºC

Economia

Comerciantes esperam crescimento de 3,5% no Dia dos Namorados

Roupas, calçados, flores e perfumes são os segmentos mais procurados nesta época

| ACidadeON/Araraquara

Comércio de Araraquara está otimista com o Dia dos Namorados
O comércio de Araraquara está otimista com as perspectivas para o Dia dos Namorados, comemorado no próximo dia 12 de junho. A expectativa é de um crescimento de 3,5% nas vendas, em relação ao mesmo período do ano passado, segundo pesquisa feira pelo Núcleo de Economia do Sincomercio Araraquara.

Os consumidores deverão gastar em média R$120,92 com o presente para a data, que encerra o calendário promocional do primeiro semestre e para atender à demanda, na próxima sexta-feira (7), as lojas de rua ficarão abertas até às 22h.

Segundo os comerciantes, o valor afetivo da data é o principal motivo que deverá sensibilizar os consumidores e levá-los às compras.

O indicador de faturamento esperado é calculado a partir dos depoimentos de comerciantes dos dez segmentos mais impactados pelo feriado, sendo eles: calçados e bolsas, chocolaterias, floriculturas, joalherias, moda íntima, óticas, perfumarias, relojoarias, restaurantes e vestuário. Dos lojistas entrevistados, 61,5% estão otimistas e acreditam no aumento das vendas, 27% esperam atingir o mesmo nível de faturamento de 2018 e 11,5% preveem queda nos lucros.

Roupas, flores e perfumes são os presentes mais procurados

Carro-chefe das vendas no período, o segmento de vestuário mantém a maior expectativa de vendas para a data: aumento de 8,3% em relação à 2018. Os que empreendem no setor de floricultura e perfumarias também esperam aumentar seus rendimentos em comparação com o ano passado em 6% e 5,3%, respectivamente.

Preço mais justo
A previsão de ampliação das vendas também se justifica pelo comportamento dos preços, que vêm sofrendo menores repasses aos consumidores em diversos segmentos mais demandados no Dia dos Namorados, alguns deles variando abaixo da inflação e incentivando as vendas, como por exemplo, os artigos de maquiagem, calçados e bolsas, que estão mais baratos em relação ao ano passado.

Restaurantes
Em contrapartida, o setor de restaurantes foi o único a sugerir leve queda da arrecadação durante o Dia dos Namorados. A justificativa para a redução de 0,7% em relação ao ano passado é de que o aumento do número de estabelecimentos, bem como o aumento da jornada de funcionamento tem acirrado substancialmente a concorrência entre os estabelecimentos, contraindo a lucratividade do segmento.

Promoções
A despeito do otimismo apontado pelo levantamento, os comerciantes reconhecem a fragilidade do processo de recuperação econômica e a queda da confiança dos consumidores, abalada pelo cenário instável em que o emprego se encontra. Pensando nisso, os lojistas mais confiantes estão procurando atrair os clientes investindo em ações publicitárias (65,4%), concedendo descontos e promoções para o pagamento à vista (30,8%) e estabelecendo parcerias entre os comerciantes para a realizações de sorteios (26,9%).

Mais do ACidade ON