Aguarde...

ACidadeON Araraquara

Araraquara
mín. 20ºC máx. 36ºC

Economia

Guinchos vão ficar 41% mais caros em Araraquara a partir de 2020

Prefeitura firmou convênio com o Detran/SP e assumiu o serviço até 2024; valor da remoção de carros vai para R$ 412,80

| ACidadeON/Araraquara

Guinchos ficarão 41% mais caros, a partir do ano que vem, em Araraquara. A prefeitura firmou convênio com o Departamento Estadual de Trânsito (Detran/SP) e assumiu o serviço até 2024. O valor da remoção passa dos atuais R$ 291,83 para R$ 412,80 para utilitários. 
O serviço, que antes era feito por empresas conveniadas ao Detran, agora, será de responsabilidade do município, que optou por repassá-lo a uma empresa terceirizada. Oito empresas não foram aprovadas e a vencedora da licitação deve apresentar a proposta de execução na próxima quarta-feira (18), e começar operar em 180 dias, após a assinatura do contrato. 

Segundo o secretário de Segurança Pública de Araraquara, João Alberto Nogueira Junior, a Prefeitura se conveniou ao estado para unificação de um pátio, que atenda tanto ao Estado quando ao município. "O Município ficaria incumbido de administrar este pátio, cuidar da área, da estadia destes veículos e o Estado faria o leilão destes veículos", explica o secretário.  

O convênio firmado com o Detran/SP, em março de 2019, tem vigência de cinco anos. João Alberto justifica que os cinco pátios existentes atualmente estão em situação precária. "Desde quando o Detran deixou a Secretária de Segurança Pública não houve mais nenhuma autorização para que este pátios funcionassem, então todos os que ainda funcionem em Araraquara estão irregulares. Agora com a municipalização teremos um pátio unificado que é mais vantajoso para todos", justifica. 

Mais caro 
Segundo o edital, o valor para a remoção de veículos será de R$ 412,80 para utilitários, somado a estadia (R$ 41,28). Hoje, o valor cobrado é de R$ 291,83, segundo tabela do próprio Detran. Para moto, o valor será de R$ 368,70, e R$ 780,50 para veículos pesados. 

O valor é questionado pelo empresário Ricardo Parelli Pregnolato. Ele é o único guincho conveniado ao Detran em Araraquara. "Hoje tem uma tabela do Detran que cobre alguns serviços e agora aumenta o preço para fazer o repasse para a Prefeitura. O valor é alto", pondera.

Sobre o aumento, o secretário de Segurança Pública de Araraquara explica que foi feito um estudo de viabilidade econômica. 

Gestão
O contrato com a terceirizada terá vigência de 10 anos. A empresa deverá apresentar mensalmente o valor total arrecadado com a remoção e estadia dos veículos. No ano passado, foram 1243 carros e 666 motos. Todos os valores cobrados serão definidos em decreto pelo executivo.  

Mensalmente, a empresa deverá apresentar a relação completa de veículos alienados em leilão, bem como o valor apurado, além de repassar ao Fundo Municipal de Trânsito ao menos 6% da receita bruta registrada no mês anterior este percentual pode ser maior, já que a empresa vencedora ainda não apresentou a proposta.
Rodrigo Fernado Rocco também trabalha com guincho e optou por não participar da licitação por discordar dos itens previstos no edital. "A licitação é de quem paga mais para a Prefeitura", alega. 

E agora?
A dúvida dos empresários também é com o destino dos carros que já estão recolhidos nos cinco pátios do município. Em nota, o Detran/SP informou que a Prefeitura está apta a gerir o sistema ou então a terceirizar a gestão.  

Com relação aos veículos apreendidos pelo órgão e que hoje estão nos pátios, o Detran/SP explicou que serão leiloados se não forem retirados pelos proprietários, o que pode acontecer após 60 dias do recolhimento.

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Facebook

Mais do ACidade ON