Aguarde...

ACidadeON

Voltar

Economia

Embraer fecha negócio de US$1,4 bilhão com a norte-americana Flexjet

Com valor total de até US$1,4 bilhão, conforme os preços de lista atuais, o acordo foi incluído na carteira de pedidos (backlog) da Embraer do segundo trimestre de 2019

| ACidadeON/Araraquara

Michael Amalfitano (à esquerda), Presidente e CEO da Embraer Aviação Executiva, e Michael Silvestro, CEO da Flexjet, comemoram acordo de US$ 1,4 bilhão. (Foto: Divulgação)

A Embraer anunciou um acordo de compra com a empresa norte-americana Flexjet, uma das líderes globais no mercado de transporte via jatos particulares. O negócio inclui uma frota de jatos executivos da Embraer, como os jatos Praetor, recentemente homologados, e o Phenom 300. O anúncio ocorreu durante uma coletiva de imprensa na edição 2019 da NBAA-BACE (National Business Aviation Associations Business Aviation Conference and Exhibition), convenção e exposição da aviação executiva sendo realizada até 24 de outubro, em Las Vegas, no estado de Nevada, nos EUA.

Com valor total de até US$1,4 bilhão, conforme os preços de lista atuais, o acordo foi incluído na carteira de pedidos (backlog) da Embraer do segundo trimestre de 2019. Com esse acordo, a Flexjet se torna o primeiro cliente frotista dos jatos Praetor.

"Somos muito gratos pelo compromisso renovado da Flexjet com a Embraer por meio desse acordo, que reflete o crescimento e a força da nossa parceria ao longo dos últimos 16 anos e simboliza nosso apoio à Flexjet na nossa jornada adiante", disse Michael Amalfitano, Presidente e CEO da Embraer Aviação Executiva. "Clientes da Flexjet irão apreciar e se beneficiar de uma experiência elevada em aeronaves que lideram o mercado, incluindo os jatos Praetor, recém-certificados, que são projetos diferenciados e disruptivos."

A parceria entre a Embraer e a Flexjet teve início em 2003, quando a Flight Options, empresa que passou a fazer parte do grupo Flexjet em 2015, se tornou a primeira empresa de propriedade compartilhada a introduzir o jato Legacy Executive na sua frota. Oferecendo aos seus clientes uma experiência de voo em cabine grande a um preço da categoria abaixo permitiu que a Flight Options atendesse mais clientes ainda melhor, viabilizando o crescimento da empresa por meio de aeronaves com projeto de alta utilização da Embraer, que permitem alta disponibilidade operacional da frota.

"Temos orgulho em introduzir os jatos Praetor no mercado de propriedade compartilhada e oferecer aeronaves tecnologicamente avançadas das categorias supermédio e médio aos nossos clientes", disse Michael Silvestro, CEO da Flexjet. "Esse acordo representa a confiança de longa data que temos na Embraer e no seu compromisso fortalecido de assegurar suporte ao crescimento dos nossos programas e da nossa parceria por meio de jatos executivos que lideram a o mercado."

A Flight Options introduziu o Phenom 300 na sua frota em 2010 e recebeu o 100o Phenom 300 em 2012, o ano em que o jato se tornou o jato executivo da categoria leve mais vendido. Pelo sétimo ano consecutivo, o Phenom 300 tem sido o jato executivo leve mais entregue, de acordo com a Associação de Fabricantes da Aviação Geral (GAMA, do inglês "General Aviation Manufacturers Association"). Também de acordo com dados da GAMA, o Phenom 300 foi o único jato executivo a alcançar a marca de 500 entregas na última década.

A Flexjet se tornou o primeiro provedor de propriedade compartilhada a oferecer o Legacy 500, em setembro de 2015. A Flexjet também foi o cliente que recebeu o 1.000o jato executivo da Embraer, um Legacy 500, em abril de 2016. O Legacy 450 se juntou ao Legacy 500 na frota Red Label, programa para clientes diferenciados da Flexjet, e ambos os jatos foram os primeiros da frota da Flexjet com a tecnologia fly-by-wire da Embraer, oferecendo desempenho e capacidade de aeronaves maiores com custos de jatos médios.


Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Facebook

Mais do ACidade ON