Aguarde...

ACidadeON

Voltar

Economia

Indústria teve queda de emprego em Araraquara e região

Pesquisa do Ciesp aponta que no mês de setembro teve redução de 250 postos de trabalho na cidade e região

| ACidadeON/Araraquara

Linha de produção industrial. Foto: Fotos Públicas
Araraquara e região tiveram queda de aproximadamente 250 postos de trabalho em setores da indústria no mês de setembro. Os dados são do Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Ciesp) Regional Araraquara.  

Foi uma variação negativa de -0,57%. O diretor regional do Ciesp, Ademir Ramos fala que desde o ano passado a indústria vem numa decrescente e, dependendo do setor, não tem muito o que comemorar.  "Tanto 2019 quanto 2018, o mês de setembro foi negativo. Dos 22 setores industriais que são estudados, em sete tivemos resultados positivos de contratação, cinco foram negativos e dez permaneceram estáveis", explica.  

No total, 17 cidades fazem parte da regional do Ciesp Araraquara, entre elas Américo Brasiliense, Borborema, Ibitinga, Rincão, Santa Lucia e Nova Europa. Diversos setores da indústria tiveram impactos negativos no mês de setembro, entre eles, o de produtos de borracha e de material plástico com -0,84%, produtos de metal -1,01%, mas, o que mais demitiu pessoas foi o setor de máquinas e equipamentos, com -11,67%.  

"Eu não me recordo de nenhum outro período um impacto tão grande dentro de um determinado segmento. Abaixo desses 11%, temos abaixo desse uma redução de 1,84, 0,59. São valores muito pequenos, quase que estáveis, na proporção desse setor de máquinas e equipamentos, de setembro de 2019", destaca Ramos.

O diretor do Ciesp explica que cada região tem uma característica especifica no ramo de atividade e, por isso, pode acontecer oscilações nos índices de contratação em determinado mês.  

Ele dá como exemplo um caso positivo, como a cidade de Araçatuba, que apresentou o melhor resultado positivo no período de setembro, entre as cidades do estado de São Paulo. Foi um crescimento de 4,84%.  

A cidade de Limeira também teve um aumento foi de 1,25%, São Carlos de 0,54%, Marília 0.50% e Cotia de 0.48%. 
"Em 36 regionais os saldos foram positivos (com índices pequenos) e 25 negativas, então não adiante a gente falar que a situação é favorável. A situação é crítica, porque esse processo já vem de alguns anos e gente não vê uma perspectiva de melhora. Nós sabemos que os meses de outubro, novembro e dezembro o setor de serviços e comércio melhoram por conta das contratações temporárias, mas fevereiro e março elas também começam a cair".


Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Facebook

Mais do ACidade ON