Aguarde...

Economia

Balança comercial de Araraquara inicia 2020 com saldo 0,5% maior

Alta foi puxada, principalmente, pelo aumento das importações que alcançaram US$ 6,7 milhões

| ACidadeON/Araraquara


Aumento na importação ocorreu por conta da abertura de 17 novas industrias em Araraquara 
A balança comercial araraquarense apresentou ligeiro aumento no mês de janeiro, puxado pelo crescimento das importações, que alcançaram US$ 6,7 milhões - 93,8% maior que o registrado no mesmo período do ano passado, segundo dados do Núcleo de Economia do Sincomercio Araraquara.

Os dados apontam ainda um aumento de 17,9% das exportações, totalizando um resultado 0,5% maior do que o registrado no início do ano de 2019.

"O que tem acontecido é que nos últimos três meses houve uma abertura de 17 novos empreendimentos do ramo industrial. Porque, esses produtos que estão sendo importados são, quase que em sua totalidade, máquinas, equipamentos e produção que são os insumos e matéria prima utilizada na indústria para a produção de outras mercadorias. A gente faz essa comparação mês a mês, para fugir da sazonalidade, analisando a partir disso, comparando janeiro deste ano com janeiro do ano passado, a gente vê que as exportações cresceram quase 18%, porém, as importações aumentaram consideravelmente, quase 94%. O saldo das exportações menos as importações resultou em um aumento de 0,5% em relação ao mesmo período do ano passado", explica Delarissa.

O economista lembra que o levantamento analisou também os dados da Junta Comercial do Estado de São Paulo, a Jucesp, para entender as mudanças no setor industrial de Araraquara que resultaram no aumento das importações de bens de capital e fatores de produção.

"Houve um aumento nas empresas desse ramo. A maioria delas atua no comércio atacadista e aluguel de máquinas e equipamentos para a indústria. A abertura desses novos empreendimentos incentivou a importação dessas novas máquinas. Isso, nos próximos meses, deve gerar uma movimentação maior na indústria da nossa cidade", ressalta o economista.

Outro fator de chamou a atenção, neste levantamento do Sincomercio, foi que o aumento das importações ocorreu mesmo com a alta do dólar. Isso porque, com o dólar em alta, a tendência é incentivar as exportações e desincentivar as importações.

Delarissa afirmou ainda que os números trazem perspectivas na abertura de postos de trabalho// já que o último balanço do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) indicou o fechamento de 337 vagas na indústria entre novembro e dezembro de 2019.

Apesar da queda nos postos de trabalho no setor industrial, o subsetor de madeira e mobiliário, encerrou o ano de 2019 com a criação de 12 vagas formais, segundo dados do Caged.

"O Caged vai mostrar pra gente o saldo das empresas que já estão em atividade. Essas novas empresas que surgem, como são empresas que acabam fazendo esse intermédio entre a parte da indústria que não obtém bens de capitais por produção, existe um contingente muito grande de empregados nesses novos empreendimentos. Deste modo, é possível que essas empresas aumentando o nível, locando novas máquinas e equipamentos para indústrias de Araraquara, isso acabe aumentando a atividade da indústria na nossa cidade e, nos próximos meses, deve refletir no aumento do número de vagas que serão ofertadas nesse setor", finaliza.


Mais do ACidade ON