Aguarde...

Economia

Preço do ovo tem alta de 20% nos supermercados

Quem vai às compras já percebeu que o preço do ovo está mais caro nas prateleiras, em relação ao ano passado

| ACidadeON/Araraquara

Preço do ovo sobe 20% nos supermercados (Foto: Reprodução)
 
Além do peixe nesse período da Quaresma, tem muita gente que busca ovos para compor a alimentação. Só que eles estão mais caros nos supermercados. O preço subiu 20% em relação ao ano passado, isso porque o custo de produção nas granjas também aumentou.

O ovo ganha cada vez mais espaço no nosso prato é uma das proteínas mais consumidas no mundo. No Brasil, claro, não é diferente. Tem gente que prefere o ovo frito, cozido ou numa receita. Na casa da enfermeira Cristina Lima, não pode faltar! "Em casa comemos ovo todo dia", diz.

Ano passado, o Brasil bateu recorde no consumo de ovo. Aqui, cada pessoa comeu, em média, 230 ovos durante 2019. Como alternativa à carne, que ficou mais cara no fim do ano, a procura pelo ovo cresceu e o preço também subiu na comparação com fevereiro do ano passado. O aumento foi de 20%, segundo Centro de Estudos Econômicos da USP.

A explicação para esse aumento vem muito antes do ovo chegar aos supermercados ou nas bancas. Está no processo de distribuição e também na produção dos ovos, ficou mais cara no final do ano passado. O milho, principal base da alimentação das aves, desde 2018 ficou 40% mais caro, como explica o produtor Lucas Wakiyan. "O que encarece mais é a ração e a mão de obra. O milho é cotado em dólar", diz ele.

"Agora a tendência é que o preço fique estável, principalmente agora na Quaresma, que a procura aumenta bastante", diz o feirante Ney Silva.

Mais do ACidade ON