Aguarde...

Economia

Caged: Araraquara fecha maio com 1.995 demissões

O setor de serviços é o que mais desempregou; em segundo lugar vem o comércio

| ACidadeON/Araraquara

Setor de serviços é o que mais desempregou em Araraquara (Foto: Reprodução)
 
Araraquara encerrou o mês de maio com 1.995 demissões de trabalhadores com carteira assinada. Os dados são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged). Embora o número seja alto, o índice é menor do que o registrado em abril, quando 2.497 pessoas perderam o emprego.  

O setor de serviços é o que mais desempregou, foram 889 demissões. Em segundo lugar vem o comércio, com 459 demitidos.  

Na sequência, aparece a indústria com 369, seguida da construção civil com 266 e agropecuária, com 12 pessoas desligadas do vínculo trabalhista.  

De acordo com os dados do Governo Federal, os trabalhadores que mais perderam o emprego em Araraquara foram vendedores do comércio em lojas e supermercados e trabalhadores de serviços administrativos. 

O desemprego, em maio, atingiu mais os homens. Foram 1.258 demissões. As mulheres responderam por 737 dispensas. Os dados mostram, também, que as demissões atingiram mais as pessoas com ensino médio completo e na faixa etária dos 30 aos 39 anos.  

Entre contratações e demissões, Araraquara encerrou o mês de maior com saldo negativo de 843 postos de trabalho. As admissões chegaram a 1.152. O índice é menor do que os 1.304 registrados em abril.

Mais do ACidade ON