Aguarde...

Economia

Contratação de temporários para o Natal terá queda de 35%

Projeção para a região central do Estado de São Paulo indica que menos trabalhadores serão contratados para reforçar as equipes de vendas neste ano

| ACidadeON/Araraquara

Por conta da pandemia do coronavírus comércio prevê redução de temporários (Foto: Amanda Rocha)
 
Por conta dos reflexos da pandemia no comércio varejista, o número de vagas temporárias para o final do ano pode cair 35% em relação às contratações realizadas em 2019, na região central do Estado de São Paulo, que inclui Araraquara, Rio Claro e São Carlos. 

O dado é da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (Fecomércio SP) e leva em consideração o número de contratados em outubro e novembro de de 2019. 

"Na região central, ano passado nós tivemos uma geração [de emprego] no varejo de cerca de 1,3 mil vagas. [Esse ano] deveremos ter uma retração para uma geração em torno de 900 vagas, 850. No campo mais positivo, mil vagas sendo geradas", explica o assessor econômico da Fecomércio SP, Jaime Vasconcellos. 

A projeção de queda da região central é igual a média do Estado de São Paulo. Em outubro e novembro de 2019, foram criados 35,3 mil empregos por conta do final do ano. No mesmo período deste ano, a expectativa é que haja 22,9 mil postos de trabalhos temporários. Desses, 15% podem se tornar efetivos.

"Ainda que haja essa queda significativa, vejo com bons olhos, perante um ano tão difícil, o varejo ainda ter a possibilidade de criar [empregos] para as suas principais datas de fim de ano, como black friday, Natal e ano novo. Quase 23 mil empregos com carteira assinada, ou seja, mesmo com uma queda em relação ano passado, acho que a notícia é muito boa", comenta Vasconcellos.


Mais notícias



Mais notícias do ACidade ON