Publicidade

economia

Procon de Araraquara aponta diferença de R$ 180 para o mesmo brinquedo

Confira dicas para escolher presentes para a data sem sair em ciladas e ser vítima de golpes

| ACidadeON/Araraquara -

Reclamações sobre compras online aumentaram. Foto: Pixabay

Uma pesquisa de preços de produtos para o dia das crianças realizada pelo Procon de Araraquara confirma que a comparação entre os fornecedores é fundamental para garantir preços e condições mais vantajosas na hora da compra.

De acordo com o órgão, foram pesquisados os preços de 20 itens de várias marcas disponíveis para compras através de sites de vendas de 6 empresas. O resultado do levantamento de preços revelou diferenças muito grandes entre os mesmos produtos, chegando a R$ 180,81, a maior diferença encontrada.

Segundo o coordenador do Procon Araraquara, Rodrigo Martins, ao escolher o presente, o consumidor deve considerar a idade, o interesse e a habilidade da criança e dar preferência a brinquedos educativos que estimulem a coordenação motora, a inteligência, a afetividade, a criatividade e a socialização.

"É importante saber que na embalagem do brinquedo devem constar a indicação da idade ou faixa etária, instruções de uso e de montagem, descrição exata dos itens inseridos, identificação do fabricante, com nome, CNPJ e endereço, ou importador, caso o brinquedo seja importado, eventuais riscos que possam apresentar à criança e o selo de certificação do Inmetro", destaca.

Martins também alerta para os riscos de golpes em ambiente virtual. Para compras realizadas através da internet, o consumidor possui o direito ao arrependimento, podendo realizar a devolução com o reembolso dos valores pagos.

Para mais informações, o telefone do Procon Araraquara é o (16) 3301-3131 e o WhatsApp é o (16) 99701-0120. O e-mail é procon@araraquara.sp.gov.br

Dicas para não cair em ciladas
- Desconfie de preço muito abaixo do praticado no mercado;
- Não confie e não compartilhe links e informações dos quais não tenha certeza da origem;
- Não forneça dados, senhas, códigos durante as operações;
- Não acredite em ofertas de ajuda, sorteio ou dinheiro enviadas pelo WhatsApp, redes sociais, e-mails e não clique nesses links;
- Não preencha formulários que não estejam nos sites oficiais; baixe aplicativos apenas das lojas oficiais;
- Em caso de dúvidas ou dificuldades, procure um familiar ou amigo que possa ajudar;
- Utilize antivírus no computador, tablet e smartphone e mantenha ele atualizado;
- Confira sempre o endereço eletrônico do site existem páginas falsas que utilizam o nome de grandes empresas e criam páginas com layout parecido com o das lojas originais. O endereço do falso site leva o nome de empresa conhecida, mas com o final diferente.

Mais notícias


Publicidade