Desempregados sem experiência ficam em segundo plano

Com o mercado de trabalho acirrado e com poucas oportunidades surgindo, as empresas estão mais exigentes

    • ACidadeON/Araraquara
    • Fernanda Manécolo
Da reportagem
Pamela Letícia vai toda semana ao Posto de Atendimento ao Trabalhador (PAT) de Araraquara


Experiência é a alma do negócio. Com o mercado de trabalho cada dia mais acirrado e com poucas oportunidades surgindo, as empresas estão mais exigentes e quase sempre querem experiência comprovada em carteira de trabalho.

Edmilson Bueno, analista administrado do Posto de Atendimento ao Trabalhador (PAT) de Araraquara diz que as empresas estão mais seletivas. "As vagas são escassas e quando surgem, os recrutadores querem profissionais qualificados, com experiência na função pretendida", diz ele.

Para se ter uma ideia, das 15 vagas disponíveis atualmente no PAT, apenas três não exigem experiência em carteira que são para auxiliar de mecânico de autos, balconista e operador de caixa, sendo que estas duas últimas são exclusivas para pessoas com deficiência.

"O mercado de trabalho está bem difícil. Eu sempre fiquei no máximo dois meses desempregado, mas agora eu estou procurando emprego há seis meses. Sou sushiman e cozinheiro, mas aceito mudar de área, porém, a maioria das empresas exige experiência", diz Rafael Rangel, de 27 anos.

Em busca de oportunidade

"Eu procuro uma vaga em qualquer setor, porque estou desempregado há seis meses. Está muito difícil porque as empresas exigem experiência", afirma Pamela Letícia de Souza Moura, 23. Ela está desempregada e vai toda semana ao PAT a procura de uma vaga.

Marcelo Cristiano da Silva Siqueira, 33, está desempregado desde 2015. Atualmente ele presta serviço como autônomo porque não consegue uma recolocação no merceado. "Sou da área comercial, mas a exigência é grande. Já participei de entrevistas, mas como não tenho experiência fui descartado", diz ele.

Qualificação
Edmilson Bueno acrescenta que a saída para quem está desempregado é buscar qualificação. Muitas vezes um curso pode ajudar a incrementar o currículo.

O PAT funciona como uma agência de empregos gratuita, das 07h45 até às 12h45. Todos os dias as vagas são repostas por empresas da cidade.

Os candidatos que buscam uma oportunidade devem procurar o Posto de Atendimento ao Trabalhador (PAT), que fica na Rua Ivo Antonio Magnani, 200. Mais informações no telefone (16) 3311-6326.

 


0 Comentário(s)

Seja o primeiro a comentar.