Bruno Pivetti assume Ferroviária, mas não promete grandes mudanças na equipe

Novo treinador era auxiliar de PC de Oliveira, demitido após má campanha do clube na Série D; Técnico cobra nova postura dos jogadores

    • ACidadeON/Araraquara
    • Tom Oliveira

Bruno Pivetti era auxiliar técnico de PC de Oliveira (Divulgação/AFE)

O novo treinador interino da Ferroviária, Bruno Pivetti, fará o primeiro jogo no comando do time neste sábado (19), às 19 horas, na Arena da Fonte, contra o Cianorte-SC pela série D do Campeonato Brasileiro.  

Pivetti não adiantou a escalação, mas deve seguir a mesma linha de trabalho do ex-treinador PC de Oliveira, com poucas alterações. Por outro lado, garantiu que a comissão e os jogadores estão determinados em conquistar duas vitórias nas duas últimas rodadas da competição para ainda sonhar com uma classificação.  

O técnico acredita que a distância curta entre o término do Paulistão e início da competição nacional, somada às muitas saídas e chegadas de jogadores, foi determinante para as dificuldades e falta de padrão de jogo mostrada nos últimos jogos. "Você sai de um Paulistão para uma Série D sem o devido tempo para se adequar e constituir os princípios coletivos na ideia de jogo que você vai defender", explicou. "Nesse momento precisamos vencer o Cianorte e é com todos esses esforços que a gente segue".   

Presidente e diretor garantem que clube não negocia com outro treinador no momento (Amanda Rocha/ACidadeON)

Diretoria
Antes dele, o presidente Carlos Alberto Salmazo e o diretor executivo do clube, Pedro Martins, falaram com a imprensa. Ambos não esconderam que a má campanha na Série D foi decisiva para a saída do treinador da equipe, mas tentaram amenizar a situação e dividir a responsabilidade pelos resultados muito aquém do esperado no campeonato nacional.  

"A saída dele foi fruto de um diálogo longo também com o próprio PC. A gente não quer colocar somente no PC a justificativa. Seria muito fácil. A troca acontece justamente por causa dessa conversa muito franca com ele e existia a necessidade de iniciar um novo ciclo de futebol dentro do clube pensando no fim do ano e em 2019", afirmou o diretor executivo.  

Martins disse que a Ferroviária não está negociando com outros técnicos e garantiu a permanência de Pivetti no comando até o fim da Série D. Os resultados dos dois últimos jogos serão decisivos para a permanência ou não dele no comando do time que irá disputar a Copa Paulista.  

"A escolha do Bruno foi natural. Ele já conhece os jogadores. É um profissional gabaritado e vinha se preparando para isso. A sequência lógica era a manutenção dele no comando", afirmou o diretor, pontuando que o elenco continuará o mesmo até o fim do ano.



0 Comentário(s)