Aguarde...

ACidadeON Araraquara

Araraquara
mín. 20ºC máx. 36ºC

esportes

Livinha busca nova vitória no UFC e projeta tríplice coroa no Brasil

Atleta araraquarense volta ao octógono em fevereiro, em Fortaleza; estratégia é usar inteligência para vencer adversária

| ACidadeON/Araraquara

 

Restando vinte dias para voltar ao octógono em mais um desafio pelo Ultimate Fighting Championship (UFC), a araraquarense Livinha Souza pretende usar a inteligência para vencer o confronto com Sara Frota, em Fortaleza, dia 2 de fevereiro, e já projeta lutar no Rio de Janeiro, em maio, para buscar a tríplice coroa brasileira.  

Com 27 anos, a "Gangster Brasileira", como é conhecida, é uma das principais estrelas da região quando o assunto são as Artes Marciais Mistas (MMA). Com um cartel de 12 vitórias, apenas uma derrota na carreira e invicta há três lutas, a ex-campeã peso palha do Invicta FC se prepara para mais um desafio: o UFC Fortaleza.   

Livinha precisou de somente um minuto e vinte segundos para mostrar cartão de visitas no UFC São Paulo. (Foto: Reprodução UFC)

2018
Vinda de uma estreia contundente no UFC São Paulo, nocauteando a australiana Alex Chambers, no primeiro round, a araraquarense comemora o ano de 2018 e os resultados obtidos.  

"Acho que o ano de 2018 foi muito proveitoso, é meu primeiro ano de UFC, completei meu um ano e meio de contrato e fiz uma boa luta no meu estado e no meu país, em um Ginásio onde eu conquistei vários campeonatos de judô e jiu-jitsu e agora estreie pelo MMA. Não foi perfeito, podia ter sido um pouco melhor, mas agora é projetar 2019, pois tem uma luta marcada no dia 2 de fevereiro", analisa.    

Sarah Frota (esq.) e Livinha Souza medirão forças no UFC Fortaleza. (Foto: Colaboração/Infoesporte)

UFC Fortaleza
Já no início de fevereiro deste ano, a lutadora tem um compromisso agendado no UFC Fortaleza, quando enfrentará a também brasileira Sara Frota. Sobre a adversária, Livinha mostra que já conhece bem a oponente e o caminho que deve seguir para conquistar mais uma vitória.  

"Eu sei que ela é canhota, que ela joga alguns golpes bem retos e procura acertar o queixo, mas pela minha análise e do meu staff eu tenho muito mais velocidade, meu jiu-jitsu é muito mais afiado, uma atleta muito mais completa e com uma inteligência tática muito melhor que a dela. Então vou usar o máximo da inteligência para ganhar a luta, não machucar e lutar quem sabe, em maio, no Rio de Janeiro e levar a tríplice coroa do Brasil", projeta.   

A araraquarense Livinha estreia neste sábado (22) no UFC, em São Paulo. (Foto: Amanda Rocha)

Top 10 e trabalho social
Com a carreira em ascensão, Livinha disse que a principal meta para este ano é chegar ao top 10 e que também sonha em desenvolver um projeto social para atender outras pessoas que desejam seguir no esporte. 

"Eu queria pelo menos ser top 10 neste ano de 2019, tenho o sonho grande de ser campeã do UFC. Sei que é um caminho longo e tem meninas na minha frente, que estão melhor posicionadas, estão melhores em card de lutas, mas vou procurar como eu sempre fiz que é trabalhar bastante minha estratégia, o mental e principalmente me esforçar nos treinos e na dieta para fazer uma base sólida e tentar ganhar o máximo de lutas que eu conseguir rumo ao cinturão e também ter um projeto de lutas em Araraquara. A gente já tem conversado com o Edinho [prefeito] para a gente dar oportunidade para outras pessoas. Assim como eu cheguei no UFC, qualquer pessoa pode chegar", finaliza.
 

(Com informações da CBN Araraquara)

Mais do ACidade ON