Aguarde...

ACidadeON

Voltar

esportes

Araraquarense Bia Zaneratto se apresenta ao Palmeiras

Para a jogadora, o interesse na modalidade tem crescido bastante nos últimos anos

| ACidadeON/Araraquara

Araraquarense Bia Zaneratto se apresenta ao Palmeiras (Fabio Menotti/Palmeiras)
Contratada por empréstimo até o dia 01 de junho deste ano, Bia Zaneratto foi apresentada oficialmente nesta quinta-feira (13), na Academia de Futebol. Com três disputas de Copas do Mundo na bagagem pela Seleção Brasileira (2011, 2015 e 2019), a atleta chega ao Verdão com grandes objetivos em mente.

"Times de camisa como o Palmeiras estão investindo na modalidade e trazendo a estrutura que as meninas merecem. Vejo que o Palmeiras melhorou bastante. Esse é o foco, ter uma estrutura muito boa para o futebol feminino crescer cada vez mais. Encontrei isso no Palmeiras. Acredito no potencial do Palmeiras para dar o meu melhor e tentar crescer na modalidade", falou. "Eu quis um novo desafio para mim, por isso escolhi o Palmeiras. Pensei em o que o Palmeiras pode me oferecer e o que eu posso oferecer ao Palmeiras", afirmou durante sua apresentação. 

De acordo com a jogadora, o interesse na modalidade tem crescido bastante nos últimos anos. "Momento mágico do futebol feminino no Brasil, ele nunca foi tão valorizado dessa forma. É isso que o futebol feminino merece, toda essa atenção. A felicidade dos meus familiares em me ver atuando no Brasil é muito grande, a minha família está muito contente. Espero fazer o meu melhor para dar muitas alegrias aos meus familiares e à torcida do Palmeiras também. Sei que é um curto período, mas que nesse meio tempo eu seja um diferencial para o Palmeiras", concluiu.

Carreira de Bia Zaneratto
Natural de Araraquara, a atleta de 26 anos já teve passagens por Ferroviária, Santos, Bangu, Vitória das Tabocas, Incheon Hyundai Steel Red Angels (Coreia do Sul) e Corinthians. No clube coreano, Bia fez história e ganhou o apelido de Imperatriz, em referência à facilidade para balançar as redes no passado, foram 16 gols em 22 partidas. Além disso, ela se firmou como peça importante na Seleção Brasileira, sendo convocada para as últimas três edições do Mundial (2011, 2015 e 2019).