Publicidade

esportes

Dia Mundial do Karatê: conheça a família karateca de Araraquara

Família Petroni dedica a vida para a arte marcial na Morada do Sol e já trouxe vários troféus para a casa

| ACidadeON/Araraquara -

Família Petroni: dedicação e compromisso com o karatê de Araraquara (Foto: Arquivo pessoal)
 

 

 

 

 Nesta sexta-feira (17), é comemorado o Dia Mundial do Karatê. A data foi criada recentemente pela Federação Mundial do Karatê para comemorar o inclusão do esporte nos Jogos Olímpicos, em 2020. 

Em Araraquara, uma família está na "luta" há anos e é uma referência na cidade quando o assunto é o tatame. 

O casal Lucélia Cabreira Petroni, 48 anos, e Edson Rogério Petroni , 50 anos, construiu a sua família através da arte marcial milenar. 

A sensei Lucélia começou a praticar karatê aos nove anos e aos 12 anos já dava aula em uma academia da cidade. Foi lá que conheceu o amor da sua vida, e dessa união, uma família de karatecas nasceu em Araraquara. 

As filhas Stefany e Stella Petroni, hoje são atletas de destaque da Morada do Sol, com troféus, medalhas e pódios em importantes campeonatos nacionais e estaduais. Elas trilharam o mesmo caminho dos pais com muita disciplina e determinação que a arte marcial exige. As duas são faixa marrom e também dão aulas.  


 VEJA TAMBÉM 

Hemonúcleo de Araraquara estende horário para atrair doadores
Família pede socorro para atendimento psiquiátrico em Araraquara

 

Stefany Petroni segue os passos dos pais e é professora de karatê em Araraquara (Foto: Arquivo pessoal)

 FAIXA PRETA

Lucélia lembra que foi a primeira mulher de Araraquara a conquistar a faixa preta, em 1990.  

Desde os 19 anos, ela é professora nas escolinhas municipais de esportes da cidade. Já o sensei Rogério é técnico de karatê da equipe de Araraquara há 22 anos, e também vice-presidente da Federação Paulista de Karatê (FPK). 

"A importância do karatê na minha vida se resume em tudo, foi onde eu construí minha família. E hoje nós todos trabalhamos pelo esporte, e com o que a arte marcial ensina: formação do caráter, disciplina. Tudo que temos é graças ao karatê", frisou. 

Campeã brasileira, paulista, pentacampeã nos Jogos Regionais, vice-campeã nos Jogos Abertos...são vários campeonatos ao longo da vida e muita vivência esportiva da primeira mulher faixa preta da Morada.    

 

Família Petroni: anos de dedicação ao karatê (Foto: Arquivo pessoal)


SONHO E DISCIPLINA 

Após tantos anos de treino e luta, um sonho foi realizado recentemente pela família: uma academia de karatê foi aberta na Vila Xavier. 

"Após 26 anos nós realizamos um sonho e abrimos a nossa academia neste ano, onde todos damos aulas para todas as idades, de crianças a idosos. Estamos muito felizes", contou. 

Para a família, o karatê vai além do esporte porque mira na formação do cidadão e da sociedade.

"Hoje o karatê é bem reconhecido tanto que está nas Olimpíadas e cada vez é mais difundido. É uma arte bem procurada e estamos nessa jornada de se aprofundar e formar sempre novos atletas de Araraquara. O karatê hoje com a sua disciplina e tradição ajuda na formação da sociedade e do cidadão, como um todo", finalizou. 

A data é comemorada hoje, dia 17 de junho, em referência a inclusão do esporte nas Olimpíadas, porém no dia 25 de outubro também é comemorado o dia mundial do Karatê. 


Stella Petroni: campeã paulista de karatê (Foto: Arquivo pessoal)

LEIA MAIS
Série D: Diego Sacoman é anunciado novo reforço da Ferroviária


Publicidade