Paratletas de Araraquara conquistam 15 medalhas em Sertãozinho

No último sábado(27), equipe de paratletas da Fundesport obteve dez medalhas de ouro e cinco de prata, competindo com várias cidades

Paratletas da Fundesport conquistaram 15 medalhas em Sertãozinho (Foto Divulgação)
 


A equipe de paratletas da Fundesport trouxe quinze medalhas para Araraquara, sendo 10  de ouro e cinco de prata, conquistadas no Meeting de Atletismo de Sertãozinho, no último sábado (27).

Na volta às atividades dos competidores, interrompidas desde março de 2020, em virtude da pandemia, Pablo Furlan conquistou as medalhas de ouro nos 100m, com o tempo de 12'42, e nos 200m, com 27'39.

Matheus de Lima também foi medalha de ouro nos 100m, com o tempo de 11'57, e no 200m, com 27'02, e Claudiano Alves, nos 800m, com tempo de 3'20'43, e nos 1500m, com 6'32'92.

Também conquistaram ouro pela Fundesport os paratletas Deividi Gabriel Vieira, no lançamento de dardo, com 16,15m, e lançamento do disco, com 13,43m.

E Adriano Cassiano Nogueira, no lançamento de dardo, com 20,53m, e arremesso de peso, com 8,32m.

Alex Júnior dos Santos Souza levou ouro no lançamento do disco, com 18,14m, e prata no arremesso de peso, com 6,17m.

Ainda: Sonia Aparecida Leite foi medalha de prata no lançamento do dardo, com 9,43m, e lançamento do disco, com 11,62m.

Já Valcemir Pereira de Barros conquistou prata no arremesso de peso, com 5,71m, e disco, com 20,22m.

Para o técnico e coordenador da equipe da Fundesport, José Rogério Figueira, que acompanhou os atletas em Sertãozinho, foi muito bom o nível da competição da forma regionalizada e os resultados de Araraquara.

'O desempenho deixou a equipe da Fundesport bastante animada, após todo esse período sem competições para a maioria, e os resultados servem de base para as competições em 2022', afirmou o treinador, que destacou Matheus de Lima, nos 100m.

Além de Araraquara, participaram do Meeting de Atletismo de Sertãozinho, as cidades Ribeirão Preto, Franca e Barretos, além da própria Sertãozinho e de outras cidades da macrorregião.

Na próxima temporada, a equipe araraquarense deverá competir em âmbito estadual e nacional, e, ainda segundo José Rogério, com esses resultados, o objetivo de toda a equipe foi alcançado.

Amanda Rocha

Amanda Rocha é formada em jornalismo e atua na imprensa do interior paulista desde 2010. Fotojornalista, filmmaker e repórter de matérias do cotidiano, cultura e causas sociais. Nascida em Bauru, está radicada em Araraquara há sete anos, integra a equipe do acidadeon Araraquara desde 2016. Gosta de contar histórias através de imagens e textos. Publicou dois livros de fotografia: “A imagem no museu do sonho – uma visão imaginária de Sandman” (2014) e “Imagens em Jogo” (2017). É compositora e guitarrista na banda La Burca, tem três discos lançados de forma independente. + info

Mais Notícias

Mais Notícias