Aguarde...

ACidadeON

Voltar

esportes

Empresário estaria interessado na compra de ações da Ferroviária

Objetivo seria tornar-se sócio majoritário e assumir comando do clube na próxima temporada

| ACidadeON/Araraquara

Investidor estaria interessado em adquirir parte da Ferroviária. (Foto: Amanda Rocha/ACidade ON)
 

Sem jogos oficiais desde a eliminação na Copa Paulista e com todo o elenco e comissão técnica de férias, a Ferroviária voltou com tudo ao noticiário esportivo nesta quarta-feira (6).  

Isso porque ganha força a informação de que o empresário Giuliano Bertolucci, um dos agentes de jogadores mais fortes no mundo do futebol, estaria disposto a comprar mais da metade das ações da Ferroviária S.A. e se tornar, dessa forma, sócio majoritário do clube, o que o daria plenos poderes para comandar a Locomotiva Grená.  

Segundo apurado até o momento, dois outros empresários, parceiros de Bertolucci, desembarcariam em Araraquara ainda essa semana para fechar o negócio e assinar o contrato.  

Esses empresários seriam Julio Taran e Marcelo Teixeira. De acordo com as informações, o objetivo principal dessa nova parceria seria colocar a Ferroviária na série B do Campeonato Brasileiro no período de três a cinco anos. Procurada, a Ferroviária disse que não irá se pronunciar sobre o assunto.  

Já o ex-presidente da Ferroviária e atual presidente do conselho administrativo do clube, Welson Alves Júnior, o Juninho, em contato por telefone com uma rádio local, confirmou que existe um interesse por parte de uma empresa em comprar as ações, mas que, até o momento, nada foi fechado e nenhum acordo assinado.   

Objetivo seria o acesso à Série B em três a cinco anos; time tem vaga garantida na Série D do ano que vem. (Foto: Amanda Rocha)

Quem é Bertolucci?
Giuliano Bertolucci é um dos agentes mais conhecidos no meio do futebol. Entre seus clientes estão o meio-campista Philipe Coutinho, o zagueiro David Luiz, o atacante Diego Tardelli e recentemente o meia-atacante do Palmeiras, Gustavo Scarpa.  

O empresário também é conhecido por manter uma parceria comercial com Kia Joorabchian, ex-parceiro do Corinthians em meados dos anos 2000.  

Nesta quarta-feira, inclusive, Bertolucci teve seu nome citado em uma denuncia apresentada pelo Ministério Público do Rio Grande do Sul.  

De acordo com o MP, Bertolucci e outras 13 pessoas, entre dirigentes e empresários, foram denunciadas por crimes como organização criminosa, estelionato, falsidade ideológica e lavagem de dinheiro.  

Segundo o Ministério Público, as investigações apontam desvios superiores a R$ 13 milhões no Internacional, no período entre 2015 e 2016. Bertolucci nega as acusações.  

Incerteza e reapresentação
Ainda não há informação de quanto dinheiro será investido no clube, caso o negócio seja fechado, e nem se o atual diretor de futebol, Roque Júnior, bem como o atual técnico da equipe, Vinícius Munhoz, irão permanecer no clube.  

Tanto elenco, como a comissão técnica da Ferroviária irão se reapresentar para dar início à pré-temporada visando o Campeonato Paulista no próximo dia 20 de novembro.

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Facebook

Mais do ACidade ON