Aguarde...

esportes

Pedro Martins faz balanço após saída da direção da Ferroviária

Saída de diretor executivo da Locomotiva foi oficializada, nesta sexta-feira (15)

| ACidadeON/Araraquara

Pedro Martins deixa a diretoria executiva da Ferroviária (Foto: Rodrigo Corsi/FPF)
 


Após deixar oficialmente a direção executiva da Ferroviária, Pedro Martins faz balanço positivo sobre sua segunda passagem pelo time de Araraquara.  

Ao ACidade ON, Martins afirma que deixa o clube após receber nova proposta de trabalho - especula-se possibilidade de retorno a Federação Paulista de Futebol (FPF) -, e fazer um processo de transição interna.  

"Fiz uma conversa longa com o presidente Carlos Salmazo e com todos os responsáveis do Comitê Gestor, primeiro para fazer uma avaliação do que foi a temporada de 2020, todo esse processo de implementação e de chegada dessas novas pessoas e novos investidores e depois de avaliar um pouco e fazer essa reflexão do que foi a temporada acabei abrindo aí pra eles que eu tinha uma proposta profissional de uma outra instituição e que naquele momento eu fazia a avaliação de que deveria aceitar essa proposta pela oportunidade de crescimento e progresso na carreira e agradeci a possibilidade de poder trabalhar mais uma vez no clube da minha cidade e no clube que me ensinou a amar o futebol. Então chegamos a um consenso e desenhamos um processo de transição bem tranquilo para que a minha saída não gerasse nenhum impacto negativo dentro do clube", explica.  

Questionado se a saída tem a ver com a turbulência interna, envolvendo o investidor majoritário no clube, Saul Klein, Martins descarta qualquer possibilidade.  

Segundo ele, a conversa por sua saída foi iniciada em dezembro, em meio a avaliação do trabalho e análise interna que vinha sendo feita.  

"O fato de uma pessoa estar passando por um problema particular, ou por um processo que vai demandar uma resposta não vai afetar a gestão e o dia-a-dia do clube, até porque o Comitê Gestor e toda diretoria da Ferroviária é composta por várias pessoas que tem participação ativa na gestão do futebol do clube", afirma.  

Em sua segunda passagem pelo time de Araraquara, Martins também faz um balanço positivo. Na sua avaliação, o clube está preparado para o crescimento.  

"A Ferroviária se tornou uma instituição muito mais complexa, então acredito que não só o meu trabalho, mas de diversas pessoas que continuam no clube, foi pra estabilizar esse campo de relações e desenvolver um novo projeto. Então novos valores, novas demandas, desejos e até a gente conseguir alinhar isso vai um tempo. Acredito que esse primeiro ano foi uma etapa importante e fundamental e o próximo, com os aprendizados e em cima de tudo o que aconteceu acredito que aí sim o clube vai começar a dar um start aí em todo seu projeto de crescimento", opina.  

Sobre as incertezas do torcedor em relação ao time que vai estar em campo na temporada 2021 e o que esperar da Locomotiva Grená, Martins, afirma que a direção vem trabalhando bastante no planejamento, levando em conta os erros de 2020.  

"Minha avaliação é que será um ano estável, em que a Ferroviária vai inclusive realinhar a ordem de alguns investimentos. Houve um grande investimento tanto na equipe principal, e acredito que vai continuar tendo, mas a partir de agora vai abrir uma linha para toda a parte de infraestrutura e melhorar as condições de trabalho não só da equipe principal", diz.  

"Acho que agora o projeto tende a ser mais equilibrado nesse aspecto e deve ser mais estável com relação à atividade fim, em todo aspecto de gestão da equipe, manutenção de jogadores, comissão técnica, tudo isso o clube está levando um aprendizado muito grande em relação a temporada de 2020", completa.  

Pedro Martins aproveita para agradecer aos torcedores e direção da Ferroviária. Ele conta que a Locomotiva Grená é seu time de infância e "que ensinou a amar o futebol".  

"Sempre que a Ferroviária chama eu me motivo, meus olhos brilham porque é um clube que tem um carinho muito especial. Sei que o ano de 2020 não foi como nos projetamos, mas também acho que existem etapas importantes e fundamentais que servem como aprendizado. Olho o futuro da Ferroviária com muito otimismo, acredito que esses investidores vieram com a melhor das intenções e objetivo de colocar o clube em uma Série B de Campeonato Brasileiro, ou seja no ápice do futebol e creio que o caminho está pavimentado pra isso. Espero que todos renovem as esperanças, acreditem no que está sendo construído e digo que vou ficar na torcida e contribuindo da maneira que for possível com esse futuro que pode ser brilhante", finaliza.  

Em nota, a Ferroviária afirma que aceitou o pedido de demissão de Pedro Martins e agradece os serviços prestados por ele ao clube. A Locomotiva Grená também não informar quem deve substituir o diretor executivo.

Mais do ACidade ON