Aguarde...

esportes

Syd Blomquist: de joia nos EUA à desconhecida em Araraquara

Norte-americana começou no college em Ohio, foi eleita MVP no ano passado e vai jogar na Ferroviária em 2021

| ACidadeON/Araraquara

Syd Blomquist chega à Araraquara como uma das promessas do futebol norte-americano (Foto: Arquivo Pessoal e Divulgação)



Foi na cidade de Akron, no estado de Ohio (EUA), que Syd Blomquist, nova contratação da Ferroviária para a temporada 2021, surgiu no mundo do futebol. Joia na época do college americano, aos 27 anos, a norte-americana aceitou o desafio de jogar em Araraquara.

Para entender como a meio-campista e lateral-direita veio parar na Arena Fonte Luminosa é preciso também compreender o processo de formação de atletas nos Estados Unidos. Em 2014, Blomquist disputava os campeonatos universitários pelo Akron Zips Football, onde se destacou, como ela mesma fez questão de postar em suas redes sociais. Com a boa performance, clubes profissionais demonstraram interesse e foi aí que tudo começou.

No mesmo ano, Syd foi contratada por um time da Pensilvânia, o Lancaster Inferno FC. Em 2015, a jogadora teve uma breve passagem pelo Columbus Eagles, da Women's Premier Soccer League (a "WPSL", conhecida como segunda divisão nos EUA), retornando ao Lancaster no ano seguinte. 

Syd Blomquist surgiu no futebol através do college americano (Foto: Divulgação)


Em 2016 e 2017, a meio-campista decidiu conhecer os gramados europeus e acumulou passagens pelo Västeras BK30, da Suécia, e Aland United, da Finlândia. Foi em 2019 que Blomquist deu um salto na carreira ao vestir a camisa do Sporting, de Portugal, onde foi vice-campeã da liga portuguesa. No ano passado, Syd Blomquist retornou aos EUA para atuar pelo Detroit City na WPSL, sendo eleita a MVP, ou seja, a jogadora mais valiosa da competição.

Agora, pela primeira vez, Blomquist vai conhecer os desafios do futebol feminino no Brasil. Em sua primeira aparição à imprensa, por meio da TV Ferroviária, a americana disse que "espera jogar um bom futebol e ajudar o time a ganhar partidas e que está ansiosa para ver os torcedores".

DENTRO DE CAMPO
De acordo com o comentarista da CBN Araraquara e colunista do ACidade ON, João Túbero, dentro das quatro linhas, Syd atua como lateral-direita e meia aberta pelos lados. 

"Não é de pisar na área para finalizar as jogadas. Quando ela joga aberta, em muitos momentos, ataca o corredor ou passa a bola para quem infiltra e flutua por dentro. Faz muito bem o movimento de passar e furar a linha para receber mais na frente. Na última temporada com o Detroit, Syd jogou mais como meia, mas no Sporting ela foi lateral-direita. Além disso, ela é uma jogadora bem técnica", analisa. 

João ainda conclui que a chegada de Blomquist é positiva, mas afirma "ser sempre importante ressaltar o aspecto humano porque para uma norte-americana, acostumada a jogar na Europa, vir jogar no futebol brasileiro, em um ano de pandemia, requer maior adaptação".

Mais do ACidade ON