Publicidade

esportes

Goleira da Ferroviária faz desabafo sobre o racismo: 'Basta'

Luciana brilhou nas cobranças de pênalti e garantiu o terceiro lugar para a Locomotiva na Libertadores

| ACidadeON/Araraquara -

Goleira Luciana fez desabafo sobre o racismo na partida diante do Nacional (URU) (Foto: Reprodução Twitter)
 

 

Após brilhar, defender três cobranças de pênalti e garantir o terceiro lugar da Ferroviária na Copa Libertadores Feminina 2021, a goleira Luciana usou a entrevista pós-jogo para se posicionar contra o racismo e toda forma de preconceito. 

O posicionamento aconteceu durante fala para a emissora oficial de transmissão da competição continental. Após comentar a importância do resultado para ela e sua equipe, a camisa 1 das Guerreiras Grenás emendou o assunto. 

"Basta de racismo, somos todos iguais. A cor, sexo, ou religião não diferencia ninguém. Basta, sem racismo", disse a goleira da Locomotiva Grená. 

Na última terça-feira (16), o Corinthians emitiu nota relatando que tomou conhecimento através do relato de suas jogadoras sobre um caso de injúria racial. Adriana, do Timão, teria sido chamada de "macaca" por atleta do Nacional. 

A equipe paulista prometeu apurar o caso e buscar punição contundente para o caso. O Corinthians é finalista da competição após vencer as uruguaias por 8 a 0. No domingo (21), às 20 horas, enfrenta o Santa Fé (COL), que eliminou a Ferroviária nos pênaltis.

Mais notícias


Publicidade