Aguarde...

divirta-se

Poetas recitam textos em carro de som em Araraquara

"Em Alto e Bom Som " espalha vozes de 10 poetas pelos bairros de Araraquara

| ACidadeON/Araraquara

Escritores levam poesia em carro de som pelas ruas de Araraquara (Foto: Divulgação)

"O que eu gostaria de ouvir na pandemia?". Com essa pergunta o escritor araraquarense Rodrigo Vulcano convidou 10 escritores da cidade para gravarem suas poesias e textos. 

A ideia se transformou no projeto coletivo "Em Alto e Bom Som", que vai espalhar as vozes dos autores por diversos bairros de Araraquara em um carro de som a partir deste sábado (01). 

"Cada um pensou no que gostaria de ouvir nesse momento da pandemia, nos colocamos no lugar do ouvinte, então cada um ficou livre para fazer o seu texto da maneira que quisesse para que fosse lido em alto em bom som", explica Rodrigo. 

VOZES POLISSÊMICAS
Tadeu Marcato, Felipe Dias, Rodrigo Vulcano, Cintia Santos, Dani Raphael, Ahigor, Bruno Caldeira, Danilo Forlini, Dorival Celestino e Tárcio Costa são as vozes polissêmicas que representam os poetas e contistas da Morada do Sol no projeto.   

Os atores Nerita Pio e Felipe Label emprestaram as suas vozes aos textos .

"São 10 escritores que representam diversas áreas da cidade e dois atores que gravaram as vozes, tem literatura negra, tradicional, feminina, periférica, LGTBQIA+, contos, crônicas, cordel, filosófica", conta. 

Durante seis sábados seguidos, o projeto "Em Alto e Bom Som" vai percorrer ruas e avenidas da cidade com o intuito de espalhar poesia, arte e ideias. 

O projeto é realizado pela editora Geringonça, escritores e tem o apoio da Secretaria Municipal de Cultura de Araraquara, Fundart , e 2P Produções.


Mais notícias



Mais notícias do ACidade ON