Publicidade

lazerecultura

FIDA tem início junto à Primavera e aborda questões indígenas

Programação será realizada entre 22 e 30 de setembro gratuitamente, com o mote Dançar para sustentar o céu; e traz lives com debates

| ACidadeON/Araraquara -

Festival Internacional de Dança acontece em setembro

O início da Primavera no próximo dia 22 de setembro, traz também a abertura do 21º FIDA - Festival Internacional de Dança de Araraquara, realizado pela Prefeitura de Araraquara, por meio da Secretaria Municipal da Cultura e Fundart, com a curadoria de Gilsamara Moura.

"Dançar para sustentar o ceú", expressão utilizada pelo filósofo, poeta e escritor brasileiro da etnia indígena crenaque, Ailton Krenak, é a grande inspiração dessa edição do FIDA.

"Nosso ar precisa se renovar, em todos os sentidos. Com esse aprendizado, forjado por Davi Kopenawa e seu rico relato das cosmologias Yanomami, e por Ailton Krenak com o sonhar, suspender o céu e cuidar da terra, Dançar para sustentar o céu é uma possibilidade de experimentarmos a conexão entre a realidade cósmica e a vida cotidiana", aposta Gilsamara.

"O líder indígena e ambientalista Krenak explica como seu povo observa o movimento do céu e a relação dele com a terra, percebendo quando o povo está dissociado dos demais seres. Quando sentem a pressão de que o céu está muito perto da terra, sentem que é o momento de realizarem o ritual de canto e dança, com a finalidade de suspender o céu. Esse ritual é realizado na entrada da primavera", cita a escritora Elvira Elisa França.

"Se a ruína é uma espécie de imposição atual, nós vamos dançar para que o céu não caia", intervém a curadora que propõe "lançar a ideia de atos-manifestos-ocupações para nos mantermos alimentados."

"A alimentação aqui pautada pelas lutas indígenas pela demarcação das terras; pela ancestralidade de nosso passado-presente-futuro; pelos agoras emergenciais do corpo que insiste dançar; pelas políticas de vida que parecem impossíveis e perigosas diante de tanto desmantelamento", aponta Gilsamara.

Por meio da reflexão proposta, a ideia é compartilhar as atividades que surgirão com o FIDA: "propostas em exercício, processos inimagináveis, obras radicais, percursos perigosos, residências nômades".

"Nesta primavera de 2021 vamos propor sustentar o céu e dançar desde o Sul, num movimento cósmico e planetário, iluminado pela pequena grande Araraquara, irradiado desde o seu buraco de araras, engendrado por sua luz solar", projeta a curadora.

PROGRAMAÇÃO

Krenak é um dos convidados do FIDA 2021. Ele participará da live de encerramento no dia 30 de setembro: "Cosmopercepções culturais sobre a importância de dançar e cantar para sustentar o céu". Neste mesmo dia, antes da live de Krenak, haverá a live "Cosmogonias indígenas - FIDA contra o Marco Temporal", com a participação de lideranças indígenas do interior paulista.

Para a abertura do FIDA, a convidada para a live de debates, intitulada "Pense & Dance", é a artista multimídia Linn da Quebrada, que é atriz, cantora, ativista social e compositora.

Outro destaque da programação diz respeito aos trabalhos selecionados por meio do edital "transartístico", que prioriza os enfoques no corpo, em realizações que borram as fronteiras da dança com o teatro, a performance, a música, a literatura, a fotografia, o audiovisual e as novas mídias, buscando fomentar pesquisas prático-teóricas que dialoguem com epistemologias transdisciplinares e transartísticas. As propostas selecionadas são: "Iles", "Esperar Cansa", "Dança das Folhas", "Travessias do Fatrimônio" e "Apesar".

Também a "Biblioteca da Dança", uma terceira residência do FIDA 2021 porém realizada de forma remota, vem sob a proposta do Sesc Araraquara, com os bailarinos Jorge Alencar e Neto Machado. Aliás, Neto Machado, assim como Lia Rodrigues, são bailarinos que já passaram pelas primeiras edições do FIDA e que, agora, retornam à programação no dia 27.  

A bailarina araraquarense Luzinete Silva também é destaque e está na programação com o trabalho "Bruxa Preta em Retomada" recém estreado no dia 28.

Diversas outras atrações estão na programação que será divulgada ainda esta semana, em sua totalidade. Mais informações em: www.araraquara.sp.gov.br/fida2021 .

Toda a programação é gratuita.

Mais notícias


Publicidade