Publicidade

lazerecultura

Cantora Leila Pinheiro se apresenta no Sesc Araraquara

Show será neste sábado (23) e se dedica a obra de Chico Buarque, Gonzaguinha, Guilherme Arantes e Roberto Carlos no Teatro do Sesc, às 20 horas

| ACidadeON/Araraquara -

 

Leila Pinheiro se apresenta neste sábado (23) no Sesc Araraquara (Foto: Murilo Alvesso)

 

 

 

 

 

 

 





Intérprete de repertório vasto, a cantora, pianista e compositora Leila Pinheiro vem tocando e cantando, em seus 41 anos de carreira, o riquíssimo e infinito cancioneiro brasileiro através de seus incontáveis e geniais compositores e poetas.  

No próximo sábado (23), sobe ao palco do Sesc Araraquara, às 20 horas, apresentando o show "Meus Compositores", com repertório que celebra a obra de Chico Buarque, Gonzaguinha, Guilherme Arantes e Roberto Carlos. 

 Os ingressos para "Meus Compositores" variam entre R$15 e R$30 e estão disponíveis para compra no Portal do Sesc (sescsp.org.br/araraquara), assim como a compra de ingressos presencial, nas bilheterias das unidades. 

 CLÁSSICOS DA MPB

Pérolas como Vitrines, Explode Coração, Um dia, um Adeus e Cavalgada fazem parte deste encontro vigoroso e íntimo da voz, piano e violão de Leila Pinheiro com a musicalidade e talento do jovem músico petropolitano - João Felippe, em participação especial no violão e cavaco de 5 cordas

Nestes dois anos de pandemia, Leila realizou inúmeras Lives transmitidas do seu estúdio em casa, cantando e tocando ao piano, repertórios diferentes preparados especialmente para cada encontro - sempre muito prazerosos para ela, para o seu público fiel e para um público novo e numeroso que veio sendo conquistado a cada nova Live.  

Dentre as Lives de maior sucesso, as dedicadas integralmente às canções de Chico Buarque, Gonzaguinha, Guilherme Arantes e Roberto Carlos tiveram uma audiência e retorno impressionantes e diante dessa excelente receptividade, Leila se sentiu motivada a preparar um show para a sua volta cautelosa aos palcos, reunindo o que mais a emociona na obra desses quatro grandiosos compositores que sempre estiveram presentes em seus shows e álbuns.

"Como se fosse subir ao palco pela primeira vez é assim que venho me sentindo nesse começo de retomada dos shows presenciais, depois de 2 anos sem poder encontrar e abraçar meu público. Muito emocionada e ansiosa por cada reencontro. Lancei 4 álbuns inéditos em 2020 e em breve eles estarão também nos palcos. Por hora, escolho reviver a explosão de alegria que aconteceu entre mim e todos que prestigiaram minhas Lives nestes 2 anos implacáveis, de muita distância. Vamos nos emocionar e recomeçar - Juntos! Juntas!", diz Leila.

SOBRE LEILA PINHEIRO

Estrela do primeiro time da música popular brasileira, Leila Pinheiro é intérprete, compositora e pianista. Começou a estudar piano aos dez anos de idade.  

Aos vinte, desiste da faculdade de Medicina e realiza seu primeiro espetáculo, Sinal de Partida, em outubro de 1980, em Belém, sua cidade natal, onde estreou como cantora. Em maio de 1981, passa a morar no Rio de Janeiro e grava seu primeiro LP de maneira independente com produção de Raimundo Bittencourt. 

Excursionou com o Zimbo Trio em shows pelo exterior em 1984, mas o sucesso veio na verdade em 1985, quando ganhou o prêmio de cantora-revelação no Festival dos Festivais, da TV Globo, onde defendeu o samba Verde - de Eduardo Gudin e José Carlos Costa Neto - seu primeiro sucesso radiofônico. Músicos da grandeza do maestro Tom Jobim, do cantor e compositor Chico Buarque, do violonista Toninho Horta, do guitarrista americano Pat Metheny e dos também pianistas e compositores Francis Hime, Ivan Lins e João Donato participaram de seus trabalhos.  

Seu CD "Benção, bossa nova" (1989), celebrou as três décadas da bossa no Brasil e no Japão, com Leila e um de seus maiores criadores - Roberto Menescal. "Coisas do Brasil" (1993), produzido pelo pianista Cesar Camargo Mariano, e "Catavento e Girassol" (1996), com as parcerias de Guinga e Aldir Blanc, são três grandes referências da intérprete, suas escolhas e parceiros. Em seus 41anos de vitoriosa carreira, Leila Pinheiro gravou 23 CDs e três DVDs, tendo acumulado importantes prêmios interpretando o cancioneiro brasileiro clássico, apresentando novos compositores e fazendo releituras de sucessos populares de todos os gêneros em seus álbuns e shows nos quatro cantos do mundo. O ecletismo e a amplitude do seu talento consagram-na como uma das cantoras de maior prestígio da música brasileira.



Para acesso ao show, pessoas com mais de 12 anos deverão apresentar comprovante de vacinação contra COVID-19, evidenciando DUAS doses ou dose única. O comprovante pode ser físico (carteirinha de vacinação) ou digital e um documento com foto. Recomenda-se o uso da máscara durante toda sua permanência na Unida

Publicidade