Aguarde...

ACidadeON

Voltar

Política

'Restabelece a Justiça', afirma Edinho sobre liberdade de Lula

Prefeito faz discurso pacificador e ressalta papel do STF e Constituição; grupo protestou na Bento de Abreu

| ACidadeON/Araraquara

Prefeito Edinho Silva (PT) durante "Café com a Imprensa". (Foto: Walter Strozzi/ACidade ON)
 

"Penso que restabelece a Justiça. Segundo, um ambiente onde passa a prevalecer o Estado Democrático de Direito, ou seja, as pessoas tem o direito de provar sua inocência até a última instância, tenha a oportunidade para se defender". 

A fala é do prefeito de Araraquara Edinho Silva (PT), ao analisar a liberdade do ex-presidente Luiz Ignácio Lula da Silva, solto nesta sexta-feira (8), depois que o Supremo Tribunal Federal decidiu que um condenado só pode ser preso após o fim dos recursos. 

A decisão altera a jurisprudência que, desde 2016, permite a prisão após a condenação em segunda instância. Segundo dados do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), a medida tem potencial para beneficiar cerca de 5 mil presos por todo o Brasil. 

"Ninguém pode ser considerado culpado sem a ampla oportunidade de se defender. Isso é uma prerrogativa da Constituição Federal. Por isso o Supremo decidiu ontem que ninguém pode ser considerado preso sem esse amplo direito de defesa. Isso é importante para o presidente Lula, mas também para muitas pessoas que são anônimas no Brasil", disse Silva.  

Ex-presidente Lula deixou a sede da Polícia Federal nesta sexta-feira (8). (Foto: Gibran Mendes/CUT Paraná/Fotos Públicas)

Através de suas redes sociais, o prefeito também fez um discurso conciliador. Em sua avaliação é preciso que haja estabilidade institucional, bem como o respeito para que as instituições funcionem dentro da normalidade. 

"É importante que todos os poderes instituídos no Brasil funcione na normalidade, que o País tenha estabilidade institucional para voltar a crescer economicamente, gerar riqueza para o seu povo, emprego e possamos sair dessa situação", finaliza. 

Grupo protestou na Bento de Abreu
Integrantes do Movimento Conservador Araraquara foram para a Avenida Bento de Abreu, nesta sexta-feira (8), para pedir o impeachment dos membros do Supremo Tribunal Federal (STF) e defender a prisão em segunda instância.  Os manifestantes carregavam uma faixa com os dizeres: "STF: câncer do Brasil". 

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Facebook

Mais do ACidade ON