Aguarde...

ACidadeON

Voltar

Política

Aprovado crédito de R$ 33 mi para 13º e salário de servidores

Sessão durou menos de 20 minutos e apenas um vereador votou contra a proposta

| ACidadeON/Araraquara

Sessão Câmara em Araraquara (Foto: Divulgação/Câmara)

Durou menos de 20 minutos a sessão extraordinária desta quinta-feira (28) que tratou do pedido de abertura de crédito no orçamento da Prefeitura no valor de R$ 33,6 milhões, que seria para folha de pagamento de servidores, encargos e programa de Iluminação de Vias Públicas.  

O texto foi aprovado por 12 votos favoráveis e apenas um contrário, do vereador Elton Hugo Negrini (PSDB). O presidente, tenente Santana (MDB) só votaria em caso de empate. 

O encontro teve as ausências de Thainara Faria (PT), Lucas Grecco (PSB), Rafael de Angeli (PSDB) e Juliana Damus. 

O projeto deveria ter sido votado na última terça-feira (26), mas uma manobra de parte da oposição, que foi embora, deixou o plenário sem quórum, obrigando o presidente a encerrar a sessão mais cedo. 

O líder do governo, Paulo Landin (PT), explicou de onde sairá o dinheiro que vai garantir o salário e o 13º dos servidores municipais: "são oriundos de saldo dotações orçamentárias que não deverão ser utilizadas até o final do exercício, de dotações e emendas parlamentares cujos convênios ainda não se concluíram e do para aumentar o convênio ainda não se concluíram bem como as economias apuradas na condição de processo licitatório do município e do Programa Federal de Financiamento à Infraestrutura e Saneamento (Finisa), em virtude do aguardo de autorização junto a Secretaria do Tesouro Nacional, visto que o processo está em fase de complementação de documentos e não haverá tempo hábil para ser utilizadas as votações despesas no corrente e também do excesso de arrecadação no valor de R$ 3,5 milhões proveniente de receita do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb) a ser apurado no balanço do exercício de 2019". 

O vereador José Carlos Porsani, que havia se manifestado de forma contrária a proposta, mudou de opinião. "Nós precisávamos de explicações. Ontem vieram os técnicos da Prefeitura aqui, tiraram nossas dúvidas e eu votei favorável" , justificou. 

O encontro extraordinário também discutiu e aprovou redações finais de outros projetos que foram aprovados na última terça-feira (26).  

Projeto que autoriza o Poder Executivo a contratar operação de crédito junto ao Banco do Brasil S.A., até o valor de R$ 5 milhões, destinados à aquisição de bens e serviços: um ônibus refeitório (destinado às equipes de servidores em trabalho volante), equipamentos de informática para o setor de Tecnologia da Informação, equipamentos de informática para adequação do serviço "Internet Para Todos", equipamentos e mobiliários, trituradora de entulho e máquina de fabricação de blocos e pavimentos. 

Crédito de R$ 30 mil para a aquisição de materiais de escritório, de limpeza e de higiene de uso na sede da Controladoria do Transporte de Araraquara (CTA) e no Terminal Central de Integração (TCI). 

Crédito de R$ 20.257,04 para aquisição de equipamentos para o Corpo de Bombeiros. 

Projeto da Prefeitura que denomina "Vereador Edmilson de Nola Sá" a Escola Municipal de Ensino Fundamental (Emef) localizada à Avenida Leonardo Gomes, no Parque Residencial Laura Molina.

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso. Para mais informações, consulte nosso TERMO DE USO"

Facebook

Mais do ACidade ON