Aguarde...

Política

Carlão do Jóia se define como cristão, família e de direita

Vereador do Patriota, eleito com 1.389 votos, fala de suas prioridades na Câmara de Araraquara

| ACidadeON/Araraquara

Carlão do Jóia (Patriota) foi eleito com 1.389 votos (Foto: Divulgação/Câmara)

Cristão, família e de direita. É assim que Carlão do Joía (Patriota) se define. Vereador eleito com 1.389 votos tem como prioridades a assistência social e habitação.  

Em seu primeiro mandato, o parlamentar - eleito na chapa do correligionário Dr. Lapena -, afirma que não vai trair seus ideais e será oposição a Edinho Silva (PT).   

LEIA TAMBÉM 

Fiscalização e modernização digital são prioridades de Rafael  

'Vou trabalhar pra que a população seja assistida', diz Gerson  

'Mandato será focado em direitos sociais', diz Thainara Faria
 

Carlão é o quarto entrevistado, de 18 vereadores que responderão aos mesmos questionamentos. As entrevistas serão publicadas de segunda a sexta-feira.  

A ordem das publicações segue a votação recebida por cada um deles nas urnas.   

Dirigentes do Patriota com os três vereadores eleitos em Araraquara (Foto: Reprodução Redes Sociais)

Confira a íntegra das respostas de Carlão do Jóia:

ACidade ON: Na sua avaliação, qual deve ser o papel do Legislativo?  

Carlão do Jóia: O papel do Legislativo é fiscalizar o Executivo e melhorar a vida da população, principalmente dos mais carentes.

ACidade ON: No que se identifica e porque está em seu partido?

Carlão do Jóia: Estou no Patriota porque sou de direita, cristão, família e alinhado com os pensamentos de direita. Eu penso e quero o bem do próximo. 

ACidade ON: Quais serão suas bandeiras neste mandato?

Carlão do Jóia: Como venho de uma região carente, que é o Yolanda Ópice e adjacências, hoje é pelo social e habitação, que é um problema grave aqui.  

ACidade ON: O ano de 2021 ainda deve sofrer os impactos da pandemia, com filas na saúde e crescimento do desemprego e empobrecimento da população. Na sua avaliação, como a Câmara pode contribuir para amenizar estes impactos?  

Carlão do Jóia: A Câmara pode criar leis que beneficiem ou até mesmo um fundo para socorrer os necessitados. Alguma coisa neste sentido.  

ACidade ON: Na última legislatura 82% das leis de autoria dos vereadores foram para dar nome a próprios públicos e promover inclusões no calendário de eventos do município. Qual sua opinião sobre isso e acredita ser possível mudar essa realidade? Se sim, como?  

Carlão do Jóia: Acho isso fazer por fazer. Mudar, sim, claro. Tudo pode ser mudado. Mas acho que não deve criar leis irrelevantes, que não vão favorecer em nada a população só para dizer que fiz uma lei. Vim para mudar e resolver problemas da minha cidade, região e não quero fazer uma lei só pra dizer que fiz, se ela for irrelevante. Então não vamos tomar o tempo com blá-blá-blá.  

ACidade ON: Como deve se posicionar na Casa de Leis? Será base governista, oposição ou terá uma postura independente? Por quê?  

Carlão do Jóia: Não vou trair meus ideais, sou oposição sim. Mas oposição consciente, sem blá-blá-blá. Se for bom sim, se for ruim não.

CURIOSIDADES SOBRE CARLÃO DO JÓIA:
Ídolo:
Sérginho Meneguelli, prefeito de Colatina;
Inspiração política: Bolsonaro;
Time do coração: Palmeiras;
Livro de cabeceira: Os Miseráveis, de Victor Hugo;
Estilo musical: Gosta de todos;
O que não pode faltar no mandato, em apenas uma palavra? Honestidade.


Mais notícias



Mais notícias do ACidade ON