Publicidade

politica

Audiência discute 'socorro' na conta de água para Santa Casa

Proposta na Câmara prevê criar programa de arrecadação entre 3 e 5% da conta de água em Araraquara

| ACidadeON/Araraquara -

Vereadores discutem criar 'socorro' para a Santa Casa de Araraquara (Foto: Amanda Rocha)
 

A criação de um programa de arrecadação entre 3 e 5% dos valores pagos na conta de água em Araraquara como 'socorro' à Santa Casa é tema de audiência pública, nesta sexta-feira (09), na Câmara. O encontro ocorre às 14 horas e terá transmissão ao vivo no ACidade ON. 

O legislativo discute criar um mecanismo para auxiliar a instituição referência em saúde a equilibrar receitas e despesas em meio a um cenário de dificuldade econômica. Essa iniciativa prevê a inclusão da contribuição nas contas - exceto para baixa renda -, com possibilidade do consumidor pedir sua retirada.

Para ampliar a discussão em torno do tema, os vereadores Aluísio Braz, o Boi (MDB), Lucas Grecco (PSL), Luna Meyer (PDT) e Marchese da Rádio (Patriota) solicitaram audiência para que verificar a viabilidade da proposta, bem como ouvir representantes da Santa Casa. 

"Minha proposta inicial era a doação voluntária, a pessoa doar quanto quiser. Mas fui em São Carlos, onde tem um projeto idêntico e arrecadam apenas R$ 600 por mês. Percebi que as pessoas acabam não se sensibilizando com a doação voluntária", afirmou Marchese. 

"Vamos discutir o programa de arrecadação de 3 a 5% na conta de água, pois dando um exemplo, nem três e nem cinco, mas de 4%: se você paga R$ 50 de água vai pagar R$ 52 e esses R$ 2 vão para a Santa Casa", completou o vereador, entusiasta da iniciativa. 

O parlamentar ressaltou que as pessoas que não tiverem interesse na contribuição terão "caminhos práticos" para fazer o cancelamento da cobrança na conta de água. "Quero lembrar, é uma das maneiras que encontramos de salvar o hospital", defendeu. 

Marchese da Rádio reforçou ainda a importância da participação da população na discussão, pois segundo ele, as pessoas podem apresentar ideias para que a iniciativa pense no bem comum. Ele também apontou a relevância do Sistema Único de Saúde (SUS). 

"Sete em cada dez brasileiros, ou seja, mais de 150 milhões de pessoas dependem exclusivamente do SUS. São dados do IBGE de 2020, então estamos aqui e vamos fazer tudo para ajudar a Santa Casa, porque se precisar ser internado, ela precisa de leitos", finalizou. 

A audiência pública terá transmissão ao vivo pela TV Câmara, no canal 17 da NET, redes sociais e no ACidade ON. Como ainda não é permitido público, devido à pandemia, os participantes podem enviar perguntas pelo Facebook e YouTube, por escrito, no contexto da discussão.

Mais notícias


Publicidade