Publicidade

politica

Deputada se posiciona contra praça de pedágio em Araraquara

Assunto será discutido em audiência pública chamada pela Artesp na próxima semana

| ACidadeON/Araraquara -

 

Nova praça de pedágio pode ser instalada na Rodovia Washington Luís, em Araraquara (Foto: Reprodução)

 

O anúncio sobre a possível instalação de uma praça de pedágio na Rodovia Washington Luís (SP-310), em Araraquara, feito pela Agência de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp), nesta quinta-feira (21), foi repudiado pela deputada estadual Márcia Lia (PT). 

Segundo a agência reguladora, o plano de concessão das rodovias no Noroeste de São Paulo será discutido em audiência pública no auditório do Sest/Senat, na quarta-feira (27), às 10 horas. Estão previstos investimentos de R$ 11,9 bilhões a partir da privatização das rodovias. 

A deputada disse ser contra a nova cobrança e se comprometeu a mobilizar a população para barrar a iniciativa. 

"Araraquara e as cidades da região já sofrem com o isolamento imposto por uma praça entre Araraquara e Matão na mesma rodovia, cuja tarifa é bidirecional e uma das mais altas do estado, inclusive na proporção de quilômetros rodados. Inconcebível que a 40 quilômetros desta praça o governo queira colocar outro pedágio", afirmou em nota. 

"Chega de pensar apenas em quem contabiliza a liquidez das cabines de cobrança. É preciso ter transparência em todo o processo, inclusive sobre a necessidade de se instalar novas praças", completou a parlamentar.  

Márcia Lia em entrevista após resultado da eleição
Márcia Lia promete mobilizar sociedade contra a instalação de praça de pedágio

O pacote anunciado pela Artesp ainda prevê uma praça de pedágio entre Matão e Bebedouro na Rodovia Brigadeiro Faria Lima (SP-326) e entre Sertãozinho e Borborema na Rodovia Dona Leonor Mendes de Barros (SP-333). Basta! Nós vamos defender o Interior de SP. 

A Artesp reforçou que do total de investimentos, R$ 4,5 bilhões devem ser aplicados diretamente em ampliações e duplicações de vias, além de acessos, viadutos e intervenções, aprimorando o tráfego e a segurança viária no corredor logístico que se forma a partir de alguns dos principais polos econômicos e turísticos do Estado. 

A proposta, segundo a agência, prevê melhorias em vias que passam por cidades como São Carlos, Araraquara, Sertãozinho, Jaboticabal, Bebedouro, São José do Rio Preto, Olímpia, Barretos e Penápolis, entre outras.

Mais notícias


Publicidade