Publicidade

politica

Aumenta procura pelo primeiro título de eleitor em Araraquara

Mesmo desobrigados a votar, número de jovens entre 16 e 17 anos que tiraram documento aumentou entre 2020 e 2021

| ACidadeON/Araraquara -

Documento pode ser retirado pela internet, no site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) (Foto: Fotoarena/Folhapress)
 

 

Aumentou a procura pelo primeiro título de eleitor em Araraquara, na comparação entre 2020 e 2021. Mesmo desobrigados, 3,82% a mais de jovens entre 16 e 17 anos tiraram o documento no período verificado. 


Segundo dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), em dezembro de 2020 foram 340 jovens que procuraram a Justiça Eleitoral para se alistar. No mesmo período do ano passado, esse número cresceu para 353. 


Ao todo, em dezembro de 2021, foram 96 jovens com 16 anos que buscaram o título eleitoral, enquanto 257 com 17 anos fizeram o alistamento, frente a 24 e 216, respectivamente, em 2020. 


Na avaliação da doutora em Ciências Sociais, Mirlene de Fátima Simões, o crescimento no número de novas adesões é importante, porém, existe margem para que ele seja ainda maior entre os jovens. 


"Estamos vivendo a onda jovem, onde demograficamente não vamos ter outro momento na história em que teremos um número de jovens maior do que todas as demais faixas etárias no Brasil", disse. 


"Estamos em falta, mesmo com esse dado sendo bastante festejado de que ampliou o número de jovens que procuraram a Justiça Eleitoral para ter acesso ao título de eleitor", completou a especialista. 


Mirlene de Fátima Simões também fez uma reflexão sobre o interesse da juventude sobre a política, uma vez que ela tem sido uma das faixas mais afetadas pela ausência de perspectivas futuras. 


"Os dados da PNAD Contínua comprovam aquilo que a pandemia demonstrou de forma radical. Os jovens, principalmente, os de classes empobrecidas, são as maiores vítimas do processo de aprofundamento da ausência de acesso à educação de qualidade e ao trabalho", pontuou. 


Simões também ressaltou o momento vivido pela juventude de Araraquara e do Brasil, que em meio à pandemia da covid-19 teve um aprofundamento da pobreza, ausência de educação e emprego. 


Apesar do crescimento na desigualdade para os jovens brasileiros, a especialista em políticas públicas para a Juventude reforçou que as eleições ainda são um caminho para as mudanças sociais. 


"Isso tem que nos motivar para demonstrar que os jovens estão precisando de políticas públicas específicas para ter melhores condições de educação, primeiro emprego e assim consigam enxergar um país e um território que realmente seja deles, e se preocupem que a política é importante e definidora de tudo o que existe em sociedade", finalizou. 


AINDA DÁ TEMPO
Ainda é possível tirar o título de eleitor em Araraquara e participar do processo eleitoral de 2022. Quem completa 16 anos até o dia da eleição - dia 2 de outubro -, pode se alistar via internet até o dia 4 de maio.  



O analista judiciário, responsável pela 385ª Zona Eleitoral de Araraquara, Rodrigo Jardim Argenti, explicou como as pessoas podem solicitar o alistamento sem ir até uma das agências da Justiça Eleitoral. 


"Todos os serviços da Justiça Eleitoral estão disponíveis por meio do atendimento online, basta acessar o site. Lá é possível solicitar alistamento, revisão de dados cadastrais, transferência de domicílio, e regularização da situação eleitoral sem precisar comparecer ao cartório eleitoral", explicou Argenti. 


"Basta preencher o formulário e anexar os documentos: frente e verso do documento oficial de identificação, comprovante de residência, comprovante de quitação militar para alistamento de homens a partir de 18 anos, além de uma fotografia do rosto segurando o documento de identificação ao lado", completou.

Mais notícias


Publicidade