Publicidade

politica

Araraquara estuda desativar o Terminal Central de Integração

Medida faz parte de estudo para compor o novo Plano de Mobilidade Urbana

| ACidadeON/Araraquara -

Proposta do Plano de Mobilidade Urbana prevê desativação do Terminal de Integração (Foto: Amanda Rocha)
 



Desativar o Terminal Central de Integração (TCI) e criar dois terminais intermodais na rodoviária e Vila Xavier. Essa é uma das propostas formuladas por pesquisadores da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) para o Plano de Mobilidade Urbana.

Com duração de dez anos, o plano de Mobilidade está dividido em três etapas: curto, médio e longo prazo. As prioridades foram apresentadas na última sexta-feira (20), pela doutora em Urbanismo, Luciana Gonçalves, em audiência pública na Câmara Municipal.

Entre as propostas reveladas por Gonçalves está a desativação do Terminal Central de Integração (TCI), localizado no Centro, e a criação de dois novos terminais intermodais: na atual rodoviária e outro na Vila Xavier, onde fica a rotunda da linha férrea.

"Os terminais de integração não serão mais no sentido de uma linha de ônibus para outra. Mas, posso chegar de bicicleta e seguir de ônibus, de aplicativo e seguir de bicicleta, porque são pontos de referência onde às pessoas se encontram, tem uma infraestrutura", introduziu.

"A cidade não pode ter todas as linhas de ônibus passando pela área Central, pois o que parece ganho, na verdade, é um desserviço, visto que estamos criando um trânsito que é falso, tirando a segurança das pessoas e o terminal é facilmente substituído pelo cartão", completou. 

Mapa mostra rede prioritária e localização de futuras estações (Foto: Reprodução)
 



Além das alterações no TCI, a proposta apresentada pelos pesquisadores prevê uma rede prioritária em diferentes vias e criação de estações em quatro regiões: Selmi Dei, na Praça José Albino; Praça dos Advogados; Pinheirinho; e Vale do Sol. 


"Não são terminais de integração. Estamos chamando estação intermodal, pois pode ser uma praça, algo já existente em que vai ser feita uma infraestrutura mínima", explicou.

"Serão locais que terão vigilância, próximos de equipamentos já existentes e a princípio estamos com esses terminais no Pinheirinho, Selmi Dei, Vale do Sol e Harmonia", completou.

Já nos planos de longo prazo, até a retirada dos trilhos e consolidação da Orla Ferroviária, está a possível criação do Veículo Leve Sobre Trilhos (VLT), ligando a cidade de Araraquara ao município de Américo Brasiliense.  

Projeção mostra possível praça em local do atual Terminal de Integração (Foto: Reprodução)
 



CONSULTA PÚBLICA E DETALHES
O Plano de Mobilidade Urbana, discutido em diferentes audiências públicas e formulado por pesquisadores da UFSCar contém propostas para os próximos dez anos, ou seja, até 2032. O objetivo é priorizar o pedestre e conectar modais rodoviário, cicloviário e ferroviário.

Os relatórios sobre o Plano de Mobilidade Urbana de Araraquara estão disponíveis no site da Controladoria de Transporte de Araraquara (CTA) e, em breve, estarão disponíveis também no portal da Prefeitura. 


Interessados terão cerca de 30 dias para tirar dúvidas e enviar sugestões pelo WhatsApp (16) 99761-3121.

Publicidade