Aguarde...

ACidadeON Araraquara

Araraquara
mín. 20ºC máx. 36ºC

Política

Questionado sobre cuecas em carro oficial, prefeito diz que é para prevenir "diarreia"

Resposta de Francisco Campaner, de Ribeirão Bonito, foi considerada ofensiva por procurador do município

| ACidadeON/Araraquara

ACidade ON - Araraquara
De acordo com o prefeito Chiquinho Campaner eram apenas embalagens feitas por uma gráfica


O prefeito de Ribeirão Bonito, Francisco Campaner (PSDB), se envolveu em mais uma polêmica. Neste fim de semana, o procurador do município Marcello Armando Hernandez Oprini, divulgou um vídeo no Facebook em que mostra uma troca de ofícios entre o advogado e o chefe do executivo. Para ele, o prefeito foi desrespeitoso ao responder a um questionamento feito pelo servidor público.

Oprini explica na gravação que, recentemente, ao passar pelo veículo oficial VW Gol, de uso do prefeito, ele encontrou no banco do carro vários pacotes de cuecas masculinas. Segundo ele, Chiquinho Campaner, como é conhecido, é investigado pela Procuradoria Geral de Justiça e aqueles objetos lhe chamaram atenção por, “aparentemente”, terem ligação com a denúncia apurada em caráter sigiloso pelo órgão estadual.

Os pacotes foram fotografados pelo advogado que em seguida enviou para o prefeito um ofício em que pedia explicações. A resposta, no entanto, foi surpreendente: “Em atenção ao ofício 11/2017, esclareço a Vossa Senhoria que, por motivo de precaução, as citadas roupas íntimas masculinas (cuecas) existentes no interior do veículo Gol, placas BPZ 4810, pertencente à municipalidade, ali permanecerão, pois poderão ser utilizadas em caso de ocorrência de desarranjo intestinal (diarreia)”, conclui o texto assinado pelo prefeito, protocolado e remetido ao procurador.

ACidade ON - Araraquara
Resposta do prefeito foi considerada ofensiva pelo procurador do município

 

Para Oprini, Chiquinho Campaner foi ofensivo e deixou de responder ao questionamento. “O prefeito municipal não desrespeitou só a mim, procurador municipal Marcelollo Oprini, o prefeito municipal Francisco José Campaner desrespeitou todos os procuradores municipais do Brasil, todos os advogados do Brasil, ele desrespeitou a classe dos procuradores municipais. Essa resposta que ele me deu vai ser enviada para a Procuradoria Geral de Justiça e também para a Câmara Municipal.

Marcelo Oprini garante que tentou apenas apurar se o prefeito cometia algum crime de responsabilidade. “Utilizar-se indevidamente em proveito próprio ou alheio de bens, rendas ou serviços públicos é considerado crime e pode ser punido com pena severa que vai de dois a 12 anos de cadeia. Aí está o meu interesse como procurador municipal e representante de um órgão municipal, que é o departamento jurídico da Prefeitura de Ribeirão Bonito. Era averiguar se o prefeito está se utilizando de bens públicos para fins indevidos”, justificou.

Procurado pela reportagem do Portal A Cidade ON Araraquara, Francisco Campaner admitiu que usou a linguagem “irônica”, por entender que o questionamento não fazia sentido algum. “O que você quer que eu responda para um desequilibrado? Não tem cuecas ali, o que tem ali são os invólucros (embalagens) das cuecas. É uma gráfica nossa que faz o produto, não tem cueca. Tanto é que permanecem dentro do carro”, explicou.

ACidade ON - Araraquara
Ofício protocolado pelo procurador Marcello Oprini

 

Repercussão

as redes sociais, o vídeo já foi compartilhado dezenas de vezes e reproduzido por mais de duas mil pessoas. A maioria dos comentários classifica a resposta do prefeito como inapropriada e apoiam a conduta do procurador.

Jô Barbosa postou: “Não nos representa esse prefeito. Confiei meu voto à ele mas, sinceramente, o seu mandato ficará marcado pela total incapacidade de comunicação”.

“Jesus, eu não acredito que ele esta tirando sarro da nossa cara”, espantou-se Cristiana Lima, outra internauta.
 

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Cadastrados

Nome (obrigatório)
Email (obrigatório)
Comentário (obrigatório)
0 comentários

Veja também