Faro Fino: Sofá da discórdia, vereador em risco e veja previsão de gastos da Prefeitura

Coluna Faro Fino acompanha os bastidores da política em Araraquara

    • ACidadeON/Araraquara
    • ACidade ON - Araraquara
ACidade ON - Araraquara
Rafael de Angeli (PSDB) relata uma visita feita na Unidade Básica de Saúde no Jardim América. Lá, o teto tá quase caindo. (Câmara Municipal/Divulgação)

 

Sofá da discórdia
Tem muito cidadão mais esperto com as publicações oficiais da Prefeitura do que aqueles pagos para cumprir exatamente essa função. Hoje, um caso repercutiu na internet. A nota de empenho indicava o gasto de R$ 6.650 para a reforma de um conjunto de estofados do gabinete do prefeito Edinho Silva. A turma não perdoou. Foi uma porrada atrás da outra. Houve até quem sugeriu loja para comprar mais barato. A Prefeitura respondeu e disse que preza “pelo princípio da economia de recursos públicos”.

Foi uma falha
Em nota, sem admitir de forma clara a falha, a Secretaria Municipal de Planejamento e Participação Popular informa que, "embora na requisição conste apenas a reforma do estofado, outros serviços foram realizados e podem ser conferidos no empenho de número 12804/2017. São reformas no mobiliário geral na Sala de Reuniões do 6º andar, onde são realizados parte dos eventos e atendimentos à população". E as reformas foram necessárias devido ao estado de degradação dos estofados, sem mais condições de limpeza.

Lê ai, ô da poltrona!
Segundo a Prefeitura, o valor não é apenas do sofá. Na verdade, dentre os serviços realizados, estão a reforma de 50 cadeiras, sendo 25 pelo valor unitário de R$ 70, e outras 25 pelo valor de R$ 80. Uma cadeira nova custaria R$ 400. Além disso, passaram por reparo um estofado de três lugares, além de um conjunto de estofados de 3 e 2 lugares. Eles fazem parte também da sala de recepção e espera.

Audiência
Começaram as audiências de apresentação da Lei Orçamentária Anual (LOA) de 2018 – que nada mais é do que um planejamento indicando quanto e onde serão gastos o dinheiro público municipal no período de um ano. A Secretaria de Cultura prevê gastar R$ 7 milhões. Já a Fundart terá R$ 1,1 milhão em 2018. A pasta de esportes tem previsão de R$ 9,4 milhões, sendo a maior parte para a estrutura funcional. A Fundesport prevê R$ 1,5 milhão. Já a Comunicação estima contar com R$ 2 milhões.

Vem ai
A próxima audiência pública da LOA é na próxima segunda-feira, a partir das 14 horas. Apresentarão seus números as secretarias da Saúde e de Cooperação dos Assuntos de Segurança Pública, FunGota, Companhia Tróleibus Araraquara (CTA) e Controladoria do Transporte de Araraquara. Quem não puder ir pessoalmente pode acompanhar tudo pela TV Câmara com canal no youtube. Não tem desculpas, hein!

Sai daí, vereador!
Diariamente os vereadores da Câmara Municipal de Araraquara enviam à imprensa textos e fotos sobre as fiscalizações e reuniões feitas. Uma deles chamou a atenção nesta quarta-feira. Rafael de Angeli (PSDB) relata uma visita feita na Unidade Básica de Saúde no Jardim América. Demandas comuns: falta de auxiliar de limpeza e problemas estruturais. O curioso é a foto dele parado debaixo do teto que correria o risco.

Problemas estruturais
Segundo o jovem parlamentar tucano, o prédio apresenta vidros quebrados nas janelas, falta de compressores e ausência de aparelhos de ar condicionado em algumas salas. O teto caído também é um problema. “Essa parte quase caiu na cabeça de um paciente e tem outro pedaço cedendo. Precisamos de manutenção urgente”, completou a funcionária ouvida pelo vereador. Então, dá bobeira não De Angeli. Faz o pedido e sai daí! 

 


0 Comentário(s)