Aguarde...

Esse ano votaremos nos

Eleições

Nino Mengatti terá apoio de 34 pré-candidatos a vereador

Ex-secretário da Educação é pré-candidato pela coligação que reúne PSB, PDT, PV e Rede

| ACidadeON/Araraquara

Coligação Tempo de fazer mais e melhor' lança Nino como pré-candidato

O ex-secretário da Educação de Araraquara, Nino Mengatti (PSB), terá apoio de 34  pré-candidatos a vereador. Os nomes da coligação formada por PSB, PDT, PV e Rede foram aprovados em convenção, no último domingo (13), em evento realizado na Câmara.  

Com os nomes aprovados em convenção, a coligação "Tempo de fazer mais e melhor" tem até o dia 26 de setembro para encaminhar a documentação e registrar as candidaturas junto a Justiça Eleitoral. Até lá, todos seguem se apresentando como pré-candidatos e, segundo o calendário eleitoral, podem pedir voto somente a partir de 27 de setembro.    

VEJA FOTOS DA CONVENÇÃO QUE OFICIALIZOU NINO MENGATTI COMO PRÉ-CANDIDATO:


FIM DAS COLIGAÇÕES POTENCIALIZA NÚMERO
Com oito pré-candidaturas à Prefeitura confirmadas, o número de pré-candidatos a vereador é superior a 300. Na análise do cientista político e colunista do ACidade ON, Bruno Silva, o aumento no número de candidaturas é natural, pois como não há coligação proporcional - vedadas pela legislação eleitoral -, e com isso as legendas se mobilizam para apresentar pré-candidaturas fortes para disputar a preferência do eleitor em 15 de novembro.  

"Devido à mudança na regra para a disputa das eleições com o fim das coligações nos pleitos proporcionais (vereadores) um dos impactos que poderá ser observado será o das explosões na quantidade de candidatos a vereador. Isso porque nessas eleições cada partido poderá lançar em sua lista de candidatos até uma vez e meia o total de vagas em disputa para a Câmara Municipal. Até as eleições de 2018 a coligação partidária podia lançar até duas vezes o total de vagas no Legislativo Municipal", defende.

Ainda de acordo com o cientista político, cientes de que a disputa para a Câmara é feita através de um mínimo de votos para obter uma cadeira no Legislativo, os dirigentes partidários organizam as listas para ter bons nomes e assim, impulsionar a votação.

"Se em 2016 já tivemos quase meio milhão de candidatos a vereador o Brasil, nesse ano podemos ultrapassar em muito essa quantidade. Neste sentido, o que veremos em Araraquara, provavelmente, será uma quantidade superior de candidatos a vereador quando comparado às últimas eleições municipais, que já foi de mais de 350 candidatos para 18 cadeiras", finaliza.  

NINO MENGATTI FALA SOBRE AS PRIORIDADES DE SUA PRÉ-CANDIDATURA: 


CONFIRA A LISTA DE PRÉ-CANDIDATOS A VEREADOR DA COLIGAÇÃO "TEMPO DE FAZER MAIS E MELHOR":  

1 - António Carlos de Almeida Júnior (PSB); 

2 - Jelson Luiz Rossi (PSB); 

3 - Luis Fernando Jaciani Petroni (PSB); 

4 - Rodrigo Leandro Tortura (PSB);  

5 - Ronaldo Melo de Alvarenga (PSB); 

6 - Sílvio Eduardo Ribeiro Camargo (PSB); 

7 - Toni Emerson Alves de Souza (PSB); 

8 - Adriana Cristina da Cunha Pedro Mascia (PSB); 

9 - Ana Paula Guarati da Silva (PSB); 

10 - Eliana Maria Sabino (PSB); 

11 - António José Bernacci Bregge (PDT); 

12 - Augusto César Corrêa Neto (PDT); 

13 - Cristiano Lopes da Silva (PDT); 

14 - Divino Casimiro de Oliveira (PDT); 

15 - Edinor da Silva (PDT); 

16 - Gabriel Elias Moisés (PDT); 

17 - Giovani Correia dos Santos (PDT); 

18 - João Roberto de Souza Cimas (PDT); 

19 - José Carlos Simões Larocca (PDT); 

20 - Luís António Gonçalves da Silva (PDT); 

21 - Marcelo César da Silva (PDT); 

22 - Marcelo Henrique Catalani (PDT); 

23 - Matheus Henrique de Souza Santos (PDT); 

24 - Sérgio Luis Locca (PDT); 

25 - Yuri Martins Anthero (PDT); 

26 - Marilia Batistini (PDT); 

27 - Alessandra Aparecida Carvalho Pereira (PDT); 

28 - Ana Lúcia Silva Brizola (PDT); 

29 - Aparecida Cuba de Siqueira Chagas (PDT); 

30 - Beatriz Casemiro de Campos (PDT); 

31 - Luna Ayan Meyer (PDT); 

32 - Pamela Priscila Pires (PDT); 

33 - Rosângela Joaquim (PDT); 

34 - Sandra Aparecida Daguano (PDT).

Mais do ACidade ON