Aguarde...

Esse ano votaremos nos

Eleições

Filipa Brunelli é a primeira mulher trans eleita vereadora em Araraquara

Ela teve 1119 votos e foi a segunda mais votado do Partido dos Trabalhadores (PT); veja a lista com os 18 vereadores eleitos na cidade

| ACidadeON/Araraquara

Filipa Brunelli é a primeira vereadora trans da história de Araraquara (Foto: Amanda Rocha)
 
Filipa Brunelli, de 28 anos, entra para a história política de Araraquara como sendo a primeira mulher trans a conquistar uma vaga na Câmara Municipal. 

Brunelli teve 1119 votos e foi a segunda mais votado do Partido dos Trabalhadores (PT).  

LEIA MAIS 
Confira a lista com os 18 vereadores eleitos em Araraquara

Araraquarense, Filipa Brunelli ganhou destaque em Araraquara por ser uma das vozes da causa Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis, Transexuais e Transgêneros (LGBT), sendo a primeira travesti a assumir um cargo de gestão pública em Araraquara. Graduada em sociologia, ela também milita nas causas estudantis.  

"Sabia que era possível, mas essa vitória do bonde revolucionário significa todas as minorias politicas representadas, ocupando um espaço que foi negado para nós durante mais de 200 anos na história de Araraquara. O nosso povo chegou lá e as pessoas podem até não saber o que estou sentindo, mas isso é muito simbólico", diz ela após a vitória.  


HISTÓRICO 
Filipa conta que assumiu sua identidade não normativa aos 16 anos e "teve uma vida bastante conturbada, levando-a à prostituição, expulsão do núcleo familiar e, infelizmente, a vários atentados contra sua vida". Aos 17 anos, foi presidenta do grêmio estudantil da Escola Estadual Bento de Abreu (EEBA). Também fundou os coletivos "Papo das Bee" e "Mais Plural", onde buscou várias ações de visibilidade para a comunidade LGBT e levou a discussão de gênero para a sociedade. Em 2017 foi convidada a compor a equipe técnica da gestão municipal como assessora de políticas LGBT e desde então ganhou repercussão nacional na atuação junto à comunidade.

 


Mais do ACidade ON