Aguarde...

ACidadeON Araraquara

Araraquara
mín. 20ºC máx. 36ºC

Eleições

Campanha sem doação de empresas deixa candidatos com grana curta

Candidatos têm dificuldade de arrecadação, colocam dinheiro do próprio bolso e aguardam fundo partidário

| Araraquara.com

Arrecadar recursos para a campanha deste ano vem sendo um desafio aos candidatos a prefeito e vereador. Pelas novas regras do TSE, somente pessoas físicas podem destinar dinheiro às campanhas eleitorais. Empresas estão proibidas.

Mesmo assim, existe uma limitação: o valor da doação não pode ultrapassar 10% da receita declarada no ano anterior à Receita Federal. Por exemplo: se o araraquarense declarou ter recebido R$ 30 mil durante 2015, só pode doar até R$ 3 mil.

A exceção é para os candidatos, que podem colaborar com as próprias campanhas sem ter um limite estipulado. A medida foi tomada pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral) em virtude dos últimos escândalos nacionais de corrupção envolvendo o financiamento privado.

“O gasto em campanhas políticas era absolutamente surreal, absurdo. Uma despesa que não se justificava. Procurava-se o patrocínio das pessoas jurídicas, principalmente as grandes construtoras e a industria farmacêutica. Nós vimos o que virou: uma grande fonte de corrupção”, afirmou o promotor eleitoral de Araraquara, Álvaro André Cruz Júnior, ao “Jornal Regional”, da Rádio Jovem Pan.

Até ontem à noite, segundo os dados do TSE, o candidato a prefeito com mais receitas era João Farias (PRB), com R$ 135 mil. O valor, que pertence ao fundo partidário, foi enviado pela direção nacional da legenda.

Ainda segundo as novas regras, os candidatos a prefeito de Araraquara têm limite de gastos de R$ 2.241.087,47. O valor representa 70% da campanha mais cara na cidade em 2012, na última eleição municipal.

Tribuna Araraquara

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Cadastrados

Nome (obrigatório)
Email (obrigatório)
Comentário (obrigatório)
0 comentários

Veja também