Aguarde...
Auto ON

Auto ON

Piloto campineiro da Alpine pode ser decisivo em Portugal

Etapa do Mundial de Endurance em Portugal, o piloto de Campinas André Negrão vai ter uma tarefa complicada

| Auto ON

  

Protótipo Alpine A480 do brasileiro André Negrão
Mesmo com o melhor desempenho dos carros da equipe Toyota na primeira etapa do Campeonato Mundial de Endurance (WEC), o piloto campineiro André Negrão e seus companheiros de time, os franceses Nicolas Lapierre e Matthieu Vaxivière, chegam para a segunda etapa com a esperança de diminuir essa vantagem.

Por isso, uma vitória nas 8 Horas de Portimão, em Portugal, no próximo domingo, tem um valor especial.

"Você pode entrar para a história, o que é legal. Mas o que a gente busca mesmo é tentar derrotar a Toyota", diz André, que foi o principal nome da Alpine em Spa-Francorchamps, quando pilotou o modelo Alpine A480 durante metade das seis horas de corrida, superando um dos dois Toyota inscritos. 
 

Piloto campineiro André Negrão
"Mesmo com um pit stop a mais na Bélgica, lideramos metade da corrida e só chegamos um minuto atrás do Toyota vencedor, que tem como vantagem ser 4x4 e ter motor híbrido, consumindo menos combustível. Queremos repetir o desempenho em Portimão, mas dessa vez quem sabe chegar na frente", resumiu Negrão, campeão mundial do WEC em 2018/2019 na categoria LMP2.

A vitória na Bélgica coube ao Toyota GR010 Hybrid pilotado pelo forte trio Sébastien Buemi (Suíça), Kazuki Nakajima (Japão) e Brendon Hartley (Nova Zelândia).

Primeira etapa

Na corrida que abriu a temporada, Negrão foi decisivo para que a equipe liderasse metade da corrida. A estratégia da Toyota se mostrou eficiente, fazendo valer o menor consumo de combustível da tecnologia híbrida para fazer um pit stop a menos, dando aos japoneses uma vantagem decisiva.

Mesmo com a Alpine na liderança na maior parte da prova, o time nipônico só tomou a ponta definitivamente quando restavam 40 minutos para o final da corrida, momento em que o brasileiro foi aos boxes pela última vez, retornando em seguida ainda ao volante do Alpine para completar a corrida