Publicidade

Auto ON

Piloto campineiro André Negrão é homenageado pela Alpine

Campanha da equipe de André Negrão em Le Mans superou expectativas e mereceu láureas, diz fábrica francesa

| Auto ON -

O trio Matthieu Vaxivière, Nicolas Lapierre e brasileiro André Negrão
O brasileiro André Negrão foi um dos centros de atenção no evento realizado na noite de terça-feira (5) em Paris, onde a Alpine anunciou o seu projeto para disputar a temporada 2024 do WEC-Campeonato Mundial de Endurance com um modelo híbrido, dentro do novo regulamento dos supercarros.  

O evento também marcou uma homenagem feita pelo braço esportivo da Renault, a Alpine, para a equipe que vem disputando a temporada 2021 do WEC. O time é composto pelos franceses Nicolas Lapierre e Matthieu Vaxivière e o brasileiro André Negrão, que foi convidado a subir ao palco para ser entrevistado e homenageado por seu trabalho na equipe que ele integra desde 2017.

Desempenho  

Com um carro adaptado e de desempenho inferior, o trio André Negrão/Nicolas Lapierre/Matthieu Vaxivière vem dando trabalho aos favoritos equipados com veículos já desenvolvidos dentro das regras da categoria Hipercarros, que conta com bólidos de tração 4x4 e motor híbrido, consumindo menos combustível e oferecendo melhor estabilidade e retomadas de velocidade especialmente em trechos sinuosos.  

Chamou a atenção da fábrica francesa o desempenho obtido nas 24 Horas de Le Mans, principal corrida do calendário e disputada em agosto, quando os pilotos do Alpine A480 subiram ao pódio no terceiro lugar.  

O filme que mostra a campanha do brasileiro e seus parceiros na Alpine foi produzido pelo Canal+, líder no segmento esportivo no território francês e uma referência nacional em coberturas jornalísticas. "O filme vai até a nossa corrida em Le Mans e mostra momentos bem bacanas da nossa temporada. Foi uma homenagem muito bacana. Lógico que nós três ficamos extremamente felizes e emocionados", destacou André Negrão.  

A Alpine deu entrada na homologação de seu carro atual, que utiliza chassi Oreca e motor Gibson, para disputar a temporada 2022.   

"Nossa meta novamente será brigar por um bom resultado no campeonato do ano que vem e tentar vencer algumas provas. O WEC e, em particular, as 24 Horas de Le Mans, são muito importantes para qualquer marca de automóveis. Como piloto profissional, é uma honra e um privilégio fazer parte deste projeto", disse o campineiro.

Mais notícias


Publicidade