Aguarde...

auto-on

Álcool e gasolina continuam subindo

Mesmo com a pandemia e o menor consumo, preços dos combustíveis continuam em alta

| Auto ON

 

Postos podem ter novas alterações nos preços dos combustíveis nos próximos dias. Foto: Código 19

Apesar da crise, os preços dos combustíveis continuam subindo. Segundo as pesquisas do Índice de Preços Ticket Log (IPTL), o mês de agosto revela que, pelo terceiro mês consecutivo, os brasileiros lidaram com uma nova alta no preço dos combustíveis. Com exceção do gás natural veicular (GNV), que recuou 2% na média nacional, o valor médio dos outros tipos de combustível avançou de 2% a 3% nas bombas de todo o País.  

A gasolina apresentou um aumento de 3% em todas as regiões brasileiras no fechamento de agosto. No Nordeste, onde foi registrada a média mais cara do Brasil, o combustível foi comercializado a R$ 4,501. Já a região que apresentou o maior aumento, dentre todas as outras, foi o Centro-Oeste, que chegou a 3,51% de crescimento no comparativo com julho.  

Na análise do comportamento da gasolina ao longo do ano, o combustível apresenta aumento nos últimos meses e teve seu pico de alta em julho, chegando a 5%. No mês de junho, o aumento recuou para 4% e agora fecha agosto na casa dos 3%, um ritmo que aponta para uma desaceleração, mas ainda refletindo em alta para os motoristas.  

O IPTL também mostra que o etanol ficou 2% mais caro, ante a média de julho que era de R$ 3,382 e passou para R$ 3,447, em agosto. A Região Norte liderou com o maior preço médio para o combustível, que foi de R$ 3,714, e também com o aumento mais expressivo de todas as regiões brasileiras - 3,69%, ante julho. Quando o valor é comparado com a média da Região Centro-Oeste, a menor do País, a diferença chega a 20%.  O comportamento de alta do etanol vem sendo observado nos últimos meses, atingindo o pico no mês de junho, de 4%, e mantendo o crescimento em julho e agosto, com 2% para cada um dos meses. 

Fazendo um comparativo com o mesmo período de julho por região, todas apresentaram alta no valor dos combustíveis - o Sul apresentou aumento de 3,19% para o diesel, 0,58% para o etanol e 2,16% para a gasolina comum. O Sudeste figurou com um aumento de 3,11% para o diesel, 0,12% para o etanol e 2,55% para a gasolina comum. O Norte registrou aumento de 2,92% para o diesel, 3,69% para o etanol e 2,33% para a gasolina comum. O Nordeste apresentou um aumento de 2,95% para o diesel, 0,63% para o etanol e 2,41% para a gasolina comum. O Centro-oeste teve aumento de 3,38% para o diesel, 1,19% para o etanol e 3,51% para a gasolina comum.


Mais do ACidade ON